GEO QUARENTENA MAPAS COVID-19




QUARENTENA COVID-19 COM MAPAS: 
Possivelmente o ano lectivo 2019-2020 terminou e trabalharemos em casa . Aguardamos informações sobre os procedimentos a tomar ou a declaração do Estado de Emergência. Para acompanhar a evolução da pandemia sugiro os mais credíveis mapas baseados em bases de dados oficiais. 

Todos os posts publicados para a turma 12B - 2019-2020







COVID-19

MAPAS COVID-19 ACTUALIZADOS


Actualizações diárias dos mapas Covid-19 são explicadas aqui: www.reddit.com/r/CovidMapping






Covid-19 no mundo e por cidades. Mapeado e actualizado diariamente aqui: https://www.google.com/maps



Mapa SIG para Portugal do Covid-19. A imagem fixou a situação ocorrida até a manhã de 12/03/2020. Para consultar as actualizações. Mapeado e actualizado diariamente aqui: esriportugal.maps.arcgis.com/apps/opsdashboard/index



Mapa SIG para Portugal do Covid-19. A imagem fixou a situação ocorrida até a manhã de 16/03/2020. Para consultar as actualizações. Mapeado e actualizado diariamente aqui: www.arcgis.com/apps/opsdashboard/index




Mapa SIG para Portugal do Covid-19. A imagem fixou a situação ocorrida até a manhã de 16/03/2020. Para consultar as actualizações. Mapeado e actualizado diariamente aqui: bao.arcgis.com/InfographicsPlayer/ArcGISPro/BA_Covid19




Mapa SIG do Covid-19 no mundo. A imagem fixou a situação ocorrida até a manhã de 16/03/2020. Para consultar as actualizações. Mapeado e actualizado diariamente aqui: arcgis.com/apps/opsdashboard/index




Mapa SIG do Covid-19 no mundo. A imagem fixou a situação ocorrida até a manhã de 16/03/2020. Para consultar as actualizações. Mapeado e actualizado diariamente aqui: experience.arcgis.com/experience




Mapa SIG da evolução e contágio do Covid-19 no mundo. A imagem fixou a situação ocorrida até a manhã de 16/03/2020. Para consultar as actualizações. Mapeado e actualizado diariamente aqui: www.healthmap.org/covid-19





Vídeo da Organização Mundial da Saúde que explica como surgiu o vírus, como se propaga e quais as medidas de proteção. Informações diárias que devem ser seguidas obrigatoriamente: www.dgs.pt




AS FASES DE UMA PANDEMIA   

A Organização Mundial da Saúde (World Health Organization) construiu um sistema de alerta para a pandemia de gripe, com uma escala que varia da Fase 1 (baixo risco de uma pandemia de gripe) à Fase 6 (uma pandemia total).

Fase 1: Um vírus propaga-se em animais mas não causou infecções conhecidas em humanos.

Fase 2: Um vírus da gripe animal circula entre animais domesticados ou selvagens e causa infecção em humanos e, portanto, é considerado uma ameaça potencial de pandemia.

Fase 3: Um vírus recombinante da gripe animal (ou gripe humano-animal) causa casos esporádicos ou pequenos aglomerados de doenças em pessoas, mas não resultou num grau de transmissão de humano para humano suficiente para sustentar surtos ao nível da comunidade.
A transmissão limitada de humano para humano pode ocorrer em algumas circunstâncias, por exemplo, quando há contacto próximo entre uma pessoa infectada e um cuidador desprotegido.
No entanto, a transmissão limitada sob tais circunstâncias restritas não indica que o vírus tenha atingido o nível de transmissibilidade entre humanos necessário para causar uma pandemia.

Fase 4: Um vírus recombinante é transmitido de humano a humano, seja de influenza animal ou humano-animal capaz de causar "surtos ao nível de comunidade".
A capacidade de causar surtos de doenças numa comunidade marca uma mudança significativa no aumento do risco de uma pandemia.
Qualquer país que suspeite ou tenha verificado esse evento deve consultar urgentemente a OMS (World Health Organization) para que a situação possa ser avaliada em conjunto e uma decisão tomada pelo país afectado se a implementação de uma operação rápida de contenção pandémica for justificada.
A fase 4 indica um aumento significativo no risco de uma pandemia, mas não significa necessariamente que haja uma pandemia.

Fase 5: Disseminação do vírus de humano para humano em pelo menos dois países. Embora a maioria dos países não seja afectada neste estágio, a declaração da Fase 5 é um forte sinal de que uma pandemia é iminente e que o tempo para finalizar a organização, a comunicação e a implementação das medidas de mitigação planeadas é curto.

Fase 6: Fase pandémica.  Caracterizada por surtos de nível comunitário em pelo menos três países. A designação dessa fase indicará que uma pandemia global está em curso.



Nota:
As fases da pandemia da OMS foram desenvolvidas em 1999 e revista em 2005.
As fases são aplicáveis ​​a todo o mundo e fornecem uma estrutura global para ajudar os países na preparação para a pandemia e no planeamento de respostas.
Na revisão de 2005, a OMS manteve o uso da classificação por «seis fases» para facilitar a incorporação de novas recomendações e abordagens nos planos nacionais de preparação e resposta existentes.

As fases 1-3 estão relacionadas à preparação, incluindo actividades de prevenção e planeamento de respostas, enquanto as fases 4-6 sinalizam claramente a necessidade de esforços de resposta e mitigação.

Fonte: World Health Organization (2020). Current WHO global phase of pandemic alert: Avian Influenza A(H5N1). In https://www.who.int/influenza/preparedness/pandemic/h5n1phase/en











NÍVEIS DE ALERTA:  

Existem diferentes níveis de alerta da Proteção Civil, de acordo com o Sistema Integrado de Operações de Proteção e Socorro.

Estado Normal
O Estado de Alerta Normal é representado pela cor verde, indicando que é improvável a ocorrência de fenómenos que constituam danos para as pessoas e bens.

Alerta Especial
No Estado de Alerta Especial contam-se 4 níveis de alerta:.



  • Alerta AzulEste alerta indica a existência de condições para a ocorrência de fenómenos com dimensão e magnitude normais.
  • Alerta AmareloJá o alerta Amarelo avisa a previsibilidade de ocorrência de fenómenos que não sendo invulgares, podem constituir um dano para as pessoas ou bens.
  • Alerta LaranjaNo caso do alerta Laranja, já se está perante uma situação de perigo, existindo condições para a ocorrência de fenómenos invulgares que podem causar danos a pessoas e bens, estando a sua segurança em causa.
  • Alerta VermelhoO nível de alerta mais grave é o Vermelho, indicando perigo extremo. Neste caso existe a possibilidade de ocorrência de fenómenos excecionais, dos quais resultam muito provavelmente danos sérios. Neste alerta, a vida das pessoas está em causa, numa vasta área.



NÍVEIS DE ESTADO DE EXCEPÇÃO:  

Um governo pode declarar estado de emergência em resposta a desastres naturais ou causados pelo homem, períodos de desordem civil, declarações de guerra ou situações envolvendo conflitos armados internos ou internacionais.

Após 1976 a Constituição portuguesa prevê dois níveis de estado de excepção: o estado de emergência e o estado de sítio. Apenas podem ser decretados pelo Presidente da República e com autorização da Assembleia da República

Sem comentários: