CORRECÇÃO DO TEMA TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES
EXAME DE GEOGRAFIA - 2015 ÉPOCA ESPECIAL



[EXAME 2015, ÉPOCA ESPECIAL]
[ GRUPO IV ]


A velocidade de circulação dos meios de transporte tem registado grandes mudanças nos últimos séculos.





1. O meio de transporte que, de acordo com a Figura 4, apresenta a evolução mais significativa na relação distância-tempo é o
(A) barco.
(B) comboio.
(C) automóvel.
(D) avião.


2. Os modos de transporte, identificados na Figura 4, que mais contribuíram para o processo de globalização foram
(A) o aéreo e o marítimo.
(B) o marítimo e o ferroviário.
(C) o aéreo e o rodoviário.
(D) o ferroviário e o rodoviário.


3. Os navios de contentores são hoje muito importantes para a atividade comercial nacional, principalmente porque
(A) o processo de transbordo é muito rápido e o custo por unidade transportada é baixo.
(B) o processo de transbordo é muito rápido e transportam qualquer tipo de mercadoria.
(C) a sua capacidade de carga é elevada e o custo por unidade transportada é baixo.
(D) a sua capacidade de carga é elevada e transportam qualquer tipo de mercadoria.


4. Nos percursos urbanos em cidades como a de Lisboa e a do Porto, o metropolitano apresenta vantagens relativamente ao autocarro, tais como
(A) menor custo das deslocações e maior flexibilidade nos itinerários.
(B) maior rapidez nas deslocações e maior capacidade de transporte de passageiros.
(C) menor consumo de energia e maior flexibilidade nos itinerários.
(D) maior densidade da rede e maior capacidade de transporte de passageiros.


5. A União Europeia comprometeu-se a reduzir as emissões de gases com efeito de estufa (GEE), através de alterações da legislação comunitária, no âmbito do estabelecido
(A) na Rede Natura 2000.
(B) no Tratado de Maastricht.
(C) na Conferência do Rio.
(D) no Protocolo de Quioto.


6. A rede transeuropeia de transportes visa potenciar o mercado europeu e reforçar a coesão territorial através
(A) do aumento da conexão das redes dos diferentes países e do reforço das ligações entre as cidades fronteiriças.
(B) do aumento da conexão das redes dos diferentes países e da interoperabilidade no interior do espaço europeu.
(C) da valorização do transporte de mercadorias por modo rodoviário e do reforço das ligações entre as cidades fronteiriças.
(D) da valorização do transporte de mercadorias por modo rodoviário e da interoperabilidade no interior do espaço europeu.



Sem comentários: