TEMA ÁREAS RURAIS
EXAME DE GEOGRAFIA - 2014 ÉPOCA ESPECIAL



[EXAME 2014, ÉPOCA ESPECIAL]
[ GRUPO III ]


A Figura 3 representa a distribuição espacial da cultura da vinha, por regiões agrárias, em Portugal, em 2009.






1. De acordo com a Figura 3, em Portugal, a cultura da vinha para a produção de vinhos sem classificação DOP ocupa uma superfície maior nas regiões agrárias
(A) de Trás-os-Montes e da Beira Litoral. 
(B) de Trás-os-Montes e do Ribatejo e Oeste. 
(C) do Ribatejo e Oeste e do Alentejo. 
(D) do Alentejo e da Beira Litoral.


2. Os vinhos com origem nas vinhas DOP, identificadas na Figura 3, são classificados como um produto DOP se, para além das características naturais e humanas do meio geográfico,
(A) a produção, a transformação e a elaboração do vinho ocorrerem em áreas geograficamente delimitadas. 
(B) a produção, a transformação ou a comercialização do vinho ocorrerem em áreas geograficamente delimitadas. 
(C) a mão de obra, as tecnologias e a comercialização forem exclusivas de áreas geograficamente demarcadas. 
(D) a mão de obra, as tecnologias ou a elaboração forem exclusivas de áreas geograficamente demarcadas.


3. A concentração de vinha para uva de mesa na região do Ribatejo e Oeste, observada na Figura 3, deve‑se, entre outros fatores,
(A) à presença de humidade e de solos xistosos, que se adequam às castas selecionadas. 
(B) à produção frutícola da região, que se especializou na conservação e no transporte de produtos frescos. 
(C) à proximidade do mercado de Lisboa, que é essencial para o escoamento dos produtos não perecíveis. 
(D) à abundância de mão de obra jovem, que se especializou nas técnicas de produção de primores.


4. O Alentejo é uma das regiões agrárias que, nos últimos dez anos, aumentaram a sua superfície vitivinícola, o que se deve, sobretudo,
(A) à utilização de castas selecionadas e à adoção de sistemas de cultura intensivos em mão de obra. 
(B) à tradição da região na cultura vitivinícola e às características acidentadas do relevo. 
(C) à recuperação das vinhas antigas e à estrutura fragmentada das explorações. 
(D) à plantação de vinhas novas e à irrigação com recurso à albufeira do Alqueva.


5. A região do Alto Douro Vinhateiro e a Paisagem da Cultura da Vinha do Pico, ambas reconhecidas como património mundial, justificam o investimento em modalidades de turismo em espaço rural, como
(A) o turismo de aventura. 
(B) o turismo termal. 
(C) o enoturismo. 
(D) o turismo balnear.


6. A situação do sector agrícola da Comunidade Económica Europeia, nos anos 50 e 60 do século XX, levou, em 1962, à criação da PAC, cujos objetivos eram, entre outros,
(A) garantir a segurança dos abastecimentos e assegurar preços razoáveis aos consumidores. 
(B) salvaguardar a qualidade dos produtos alimentares e garantir a permanência dos agricultores nas áreas rurais. 
(C) aumentar o rendimento dos agricultores e reduzir a quantidade de excedentes de alguns produtos grícolas. 
(D) promover o set-aside e fazer cumprir as normas de segurança relativas aos alimentos.


VER CORRECÇÃO