Detroit - a cidade que faliu em 2013













UMA CIDADE INDUSTRIAL PERIGOSA, DECADENTE E FALIDA
Detroit é considerada uma das cidades mais violentas dos EUA: teve a maior taxa de homicídios (47 homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes) em 2006 nos EUA.
A cidade também sofre com a má distribuição de riqueza: 26,1% da sua população vive abaixo da linha de pobreza.


DETROIT FOI O MAIOR CENTRO MUNDIAL DA INDÚSTRIA AUTOMÓVEL
No Século XX tornou-se o maior centro mundial da indústria automobilística. Da década de 1950 até à actualidade, muitos habitantes (a maioria brancos) moveram-se de Detroit para fora da cidade, para subúrbios; fazendo com que a população afro-descendente da cidade subisse consideravelmente.

Na década de 1970, Detroit entrou em uma recessão económica, por causa da crescente concorrência de companhias japonesas produtoras de automóveis, fazendo com que a indústria automobilística norte-americana entrasse em dificuldades, atingindo especialmente Detroit e sua região metropolitana, por esta ser sede das principais companhias automobilísticas norte-americanas.


DETROIT É A MAIOR CIDADE DOS EUA A PEDIR FALÊNCIA
Em 18 de Julho de 2013 a cidade declarou bancarrota, tornando-se a maior cidade dos Estados Unidos a declarar bancarrota.
O valor da dívida, segundo o New York Times, não é consensual, variando as estimativas "entre os 18 mil milhões e os 20 mil milhões de dólares",


DETROIT E LISBOA
Entre 1976 e 2003 a cidade contou com uma linha de eléctricos históricos para fins turísticos; parte da frota era constituída por veículos maioritariamente oriundos de Lisboa.

Portugal vai perder 3.000.000 de habitantes até 2100 - gráfico interactivo do envelhecimento e pirâmides etárias de todo o mundo

Cliquem na Pirâmide



Cliquem na Pirâmide


Cliquem na Pirâmide







PORTUGAL A DESAPARECER - A REALIDADE JÁ É PIOR DO QUE EM 2010 SE ACREDITAVA SER O NOSSO FUTURO

A estimativa usa dados demográficos das Nações Unidas anteriores à crise financeira nacional e consequente intervenção do FMI em Portugal (em 06/Abril/2011 e foi a terceira vinda do FMI a Portugal).
Com a crise aconteceu a emigração massiva dos portugueses em idade activa e estancou a elevada entrada de imigrantes e que não influencia os valores mostrads neste gráfico

Nota:
A projecção não tem em conta a emigração imprevista mas, apenas, a evolução das taxas de natalidade e mortalidade (crescimento natural) usuais até 2010 (valores médios).
Em 2100, o futuro poderá ser ainda mais dramático.

Earth Viewer: uma APP para estudar Geografia e Geologia










EARTH VIEWER - APLICATIVO PARA IPAD OU TABLET ANDROID

O que os continentes e oceanos da Terra parecem com 250 milhões de anos, ou mesmo mil milhões de anos atrás? O que sabemos sobre o clima de volta quando o nosso planeta se formou?

EarthViewer é como uma máquina do tempo para explorar a história profunda da Terra. Baseado na mais recente pesquisa científica, permite-lhe percorrer os últimos 4,5 mil milhões ano com a ponta dos dedos.

Escolha um marco favorito, seja Greenland ou New York City, e veja como a sua posição muda ao longo do tempo, ou assista a um famoso fóssil como Tiktaalik fazer uma viagem incrível desde sua origem até seu local atual. Mude a Camada de sua visão e faça a mudança de continentes, com dados sobre a composição atmosférica, temperatura, a biodiversidade, a duração do dia, e a luminosidade solar, para obter uma visão mais completa do nosso planeta dinâmico.


EarthViewer características incluem:

• reconstruções Continental e acompanhamento de dados que remonta milhares de milhões de anos
• mapa temperatura Mundial para os últimos 100 anos
• Capacidade de manipular o mundo e zoom em qualquer local
• Localização das cidades modernas rastreados de volta sobre 500000000 anos
• Em profundidade dos recursos no major geológica e eventos biológicos na história da terra
• detalhes clicável de eras geológicas, as épocas, e períodos
• modos de reprodução automatizados
• extensa lista de referência
• sugestões para o uso em sala de aula
• vídeos tutoriais


O EarthViewer Android é suportado por 7 "e 10" apenas tablets. Usuários que desejam experimentá-lo em dispositivos menores (incluindo telefone) que executam a versão Android 4.0 ou mais recente pode instalar manualmente a aplicação do nosso site: http://www.hhmi.org/biointeractive/earthviewer .

DESCARREGAR GRATUITAMENTE EM:
https://play.google.com/store/apps/details?id=org.hhmi.earthviewer
https://itunes.apple.com/jo/app/earthviewer/id590208430

imigração ilegal para a União Europeia em 2014 - cada clandestino pagou mais de 1000 dólares a traficantes internacionais














mapa para comparar países entre si



Cliquem nas imagens para visitar www.ifitweremyhome.com



WEB-MAPA DAS COMPARAÇÕES ENTRE PAÍSES  

www.ifitweremyhome.com
Ccomparem países e compararem as condições de vida do nosso próprio país com as de outros. Comecem por seleccionar uma região para comparar no mapa e iniciar a exploração.

Também podem usar a ferramenta de visualização para ajudar a entender o impacto de um desastre natural.

Exemplos: Além de uma comparação visual entre o Nepal e Portugal (podem facilmente mudar os parâmetros para comparar quaisquer dois lugares com um outro), o site também oferece comparação estatísticas rápidas.


tefigramas e a previsão do surgimento de nuvens e precipitação










ONDE COMEÇA E TERMINA EM ALTITUDE UMA NUVEM   

Em Meteorologia, "ponto de condensação" refere-se à temperatura a partir da qual o vapor de água sofre condensação (o vapor transforma-se em líquido). Quando a temperatura do ar atinge o ponto de orvalho, normalmente dá-se a formação de nuvens ou neblina.

"Ponto de orvalho" designa a temperatura à qual o vapor de água presente no ar ambiente passa ao estado líquido na forma de pequenas gotas por via da condensação, o chamado orvalho. Nesse ponto ocorre a saturação do ar pelo decréscimo de temperatura, causando fenómenos meteorológicos como geada, chuva ou neve (é a Precipitação).


COMO LER UM TEFIGRAMA   

Quando a curva da temperatura do ponto de orvalho e a curva de estado (temperatura) se aproximam
consideravelmente, quer dizer que o ar encontra-se saturado de humidade, podem existir nuvens a
essa altitude.


Qual é a maior lixeira do mundo? Resposta: É o Oceano Pacífico!








Ver em CNN: Mapping a floating swath of plastic waste



O maior depósito de lixo do mundo está localizado no meio do Oceano Pacífico e tem o dobro do tamanho dos EUA.

Esta lixeira é caracterizada como uma sopa de plástico, devido às altas concentrações de plásticos descartáveis ​​que foram presos por correntes oceânicas em espiral do Giro do Pacífico Norte.


O Capitão Charles Moore da Algalita Marine Research Foundation foi quem primeiro descobriu a Grande Mancha de Lixo do Pacífico - uma infinita aglomeração flutuante de lixo plástico . Agora ele chama a atenção para o crescente, asfixiante problema dos resíduos de plástico nos nossos mares.

Vista do espaço a aurora é uma coroa de luz


Aurora austral em 11 de Setembro de 2005

Vista do espaço a aurora é uma coroa de luz a circundar cada um dos círculos pólos da Terra.

O satélite IMAGE capturou esta vista da aurora austral (a aurora ocorrida no pólo sul) em 11 de Setembro de 2005, quatro dias depois de um surto recorde de erupções solares lançaram plasma (um gás ionizado de protões e electrões voando) em direcção à Terra.



Imagem foi tirada pela tripulação da Expedição 23 da ISS em 29 de Maio de 2010

A bordo da Estação Espacial Internacional (ISS) uma das visões mais espectaculares é a aurora: luz em movimento constante semelhante a fitas coloridas, cortinas e raios.

NASA TV - o espaço em directo na sala de aula de Geografia

International Space Station: foto ISS015-E-21945






A HUMANIDADE NO ESPAÇO SIDERAL EM DIRECTO NA NASA-TV:

A NASA transmite gratuitamente para todo o mundo imagens das suas actividades no espaço sideral. A sua recepção é através do satélite AMC-18, situado a 105º oeste de longitude e seu feixe é direcionado para os Estados Unidos e América Central. Felizmente, estas imagens são oferecidas a qualquer um via internet.

Usualmente usamos este canal de TV nas aulas com exercícios individuais de Geografia. Ficamos em siléncio e, despachado o «espanto» inicial, seguimos na tela a vida de quem vai para o espaço sideral. É bom ver a nossa Terra a mais de 400 km de altitude...

Para ver a programação do canal, consultar: http://www.nasa.gov/multimedia/nasatv/index.html


quantas pessoas vivem na pobreza em 2015?


Os 12 piores países do mundo. O critério de pobreza é discutível mas a referência mais usual é o rendimento per capita inferior a 1,25 dólares por dia.


Percentage of Population Living in Poverty
Percentagem da população a viver na Pobreza. ChartsBin.com, consultado em 12 de Abril, 2015




MAPA INTERACTIVO DA POBREZA NO MUNDO ACTUAL:   


Percentagem da população a viver na Pobreza. ChartsBin.com, consultado em 12 de Abril, 2015




FACTOS SOBRE A POBREZA NO MUNDO ACTUAL: 

Quase metade do mundo (mais de 3 mil milhões de pessoas) vive com menos de 2 dólares e meio por dia (US$ 2,50).

40% da população mundial é responsável por produzir anualmente apenas 5% da riqueza global. Os 20% mais ricos produzem 75% da riqueza mundial.

Mil milhões de pessoas é incapaz de ler um livro ou assinar o seu nome.

Número de crianças no mundo: 2,2 mil milhões.

Número de crianças na pobreza: mil milhões (uma em cada duas crianças).

640 milhões de crianças sem abrigo adequado (1 em 3 crianças).

400 milhões de crianças sem acesso a água potável (1 em 5).

270 milhões de crianças que não têm acesso aos serviços de saúde (1 em 7).

Crianças fora da educação em todo o mundo: 121 milhões

Em 2003 10,6 milhões de crianças morreram antes de atingir a idade de 5 anos (o mesmo que população infantil na França, Alemanha, Grécia e Itália).



Fonte:
Base de dados do Banco Mundial, consultado em 12 d Abroil de 2015. In http://datacatalog.worldbank.org

empreendedorismo - recensão crítica na disciplina de Área de Integração do curso profissional de Turismo






COMO FAZER UMA FICHA DE RECENSÃO CRÍTICA DE UM VIDEO: 
ORDENAÇÃO DO TEXTO A FAZER PELO ALUNO SEMPRE QUE POSSÍVEL

(1) IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO CONSULTADO:
Referenciação bibliográfica segundo norma APA Citation Style.

(2) RESUMO DO DOCUMENTO CONSULTADO:
Sumário do tema; contexto geográfico e histórico; tese e argumentos principais.

(3) CRONOGRAMA OU DADOS ESTATÍSTICOS DO DOCUMENTO CONSULTADO:
Cronograma: informação recolhida e apresentada segundo a sequência temporal (no caso de filmes ou fontes semelhantes devemos nomear o tempo em minutos e segundos para posterior confirmação).

(4) ANÁLISE CRÍTICA:
Sugestões do aluno sobre o tema ou para melhorar o trabalho em curso.



PARA O TEMA-PROBLEMA: 6.2 O DESENVOLVIMENTO DE NOVAS ATITUDES NO TRABALHO E NO EMPREGO: O EMPREENDEDORISMO

Participação do jovem empreendedor Martim Neves no programa Prós e Contras.
Argumentos essenciais do excerto do video visto em sala de aula:


Em 2013 no programa “Prós e Contras” aconteceu um debate sugestivo: “Mudar o país ou mudar de país?” Portugal, a exemplo da maioria das nações europeias, vivia uma crise grave. Os convidados do dia eram jovens empreendedores, que estavam lá para relatar a sua experiência. Um deles foi Martim Neves, um estudante de 16 anos que, aos 15, criou uma marca de roupa chamada “Over it”. O seu produto foi um sucesso, e já… exportava.


A História é simples:
Apresentavam-se exemplos de empreendedorismo e Martim falava sobre determinação, vontade de fazer coisas e de motivação para a mudança e para a acção. Apresentava o seu caso de sucesso... uma marca de roupa chamada "Over it" que, surgiu da vontade de estar na moda a preços suportáveis e que em menos de um ano, está a ganhar mercado on-line e off-line, com encomendas até no estrangeiro.

A certa altura é ridiculamente interrompido por uma convidada, Raquel Varela, doutorada, investigadora em pós-doutoramento na U. Nova... Não era de esperar que o Martim, um jovem do Secundário conseguisse entrar num debate sociológico consigo. Ele teve uma ideia e colocou em prática... e tem vontade de continuar, e isto é ser empreendedor, não há que lhe cortar os sonhos... hoje apenas o Martim, amanhã quem sabe, uma cadeia de lojas!


Empreendedor é quem sabe identificar oportunidades, agarrá-las e buscar os recursos para transformá-las em negócio lucrativo.

O termo "Empreendedorismo" foi criado pelo economista Joseph Schumpeter em 1945: o empreendedor é aquele que possui habilidades para saber produzir e reunir recursos financeiros; que, constantemente, busca novos caminhos e novas soluções, sempre tendo em vista as necessidades das pessoas.

Na origem esteve o termo «Entrepreneurship» (circa 1920) oriundo do francês entrepreneur (circa 1850)

Portugal. Um Retrato Social - Ganhar o pão: O que fazemos (RTP 2007)



Evolução da Taxa de Desemprego em Portugal



COMO FAZER UMA FICHA DE RECENSÃO CRÍTICA DE UM VIDEO: 
ORDENAÇÃO DO TEXTO A FAZER PELO ALUNO SEMPRE QUE POSSÍVEL

(1) IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO CONSULTADO:
Referenciação bibliográfica segundo norma APA Citation Style.

(2) RESUMO DO DOCUMENTO CONSULTADO:
Sumário do tema; contexto geográfico e histórico; tese e argumentos principais.

(3) CRONOGRAMA OU DADOS ESTATÍSTICOS DO DOCUMENTO CONSULTADO:
Cronograma: informação recolhida e apresentada segundo a sequência temporal (no caso de filmes ou fontes semelhantes devemos nomear o tempo em minutos e segundos para posterior confirmação).

(4) ANÁLISE CRÍTICA:
Sugestões do aluno sobre o tema ou para melhorar o trabalho em curso.



PARA O TEMA «ACTIVIDADES ECONÓMICAS», A SITUAÇÃO PORTUGUESA NA ACTUALIDADE

Ganhar o pão: O que fazemos
Argumentos essenciais do excerto do documentário visto em sala de aula


O trabalho mudou muito nestas últimas décadas. A maioria dos portugueses trabalha nos serviços.
Poucos trabalham na agricultura e ainda menos nas pescas. Muitos emigraram.
As mulheres são metade das pessoas que trabalham, o que é uma grande diferença com o passado recente.
Com a integração europeia, a economia portuguesa fez uma grande mudança.
Todos vivem melhor, mas há muitas empresas que não conseguiram adaptar-se às novas condições

Como citar textos e fazer referências bibliográficas - A norma APA Citation Style para escolas básicas e secundárias

Cliquem aqui para baixar documento scribd.com/Regras-bibliograficas-Norma-APA-Style-no-ensino-secundario



Como fazer referências bibliográficas e citar textos
- A norma APA Citation Style

1. Como identificar os livros, filmes, internet e mapas usados num trabalho escolar? - A bibliografia.
2. Como identificar os textos copiados dos livros consultados? - As citações.

A norma APA citation style é o padrão mais comum usado pela comunidade internacional das ciências e ciências sociais. Este breve guia usa os dados da 6ª edição do Manual of the American Psychological Association publicado em 2008.
As regras aqui usadas não seguem a Norma Portuguesa NP 405-1 (1994), a qual define as regras bibliográficas para Portugal (mas que tem custos elevados e acesso muito limitado…).



1. COMO ESCREVER A BIBLIOGRAFIA:

AUTOR – DATA - TÍTULO DO LIVRO - TÍTULO DO ARTIGO - TÍTULO DO JORNAL – VOLUME – PÁGINAS – LOCALIDADE – EDITORA - DIVERSOS.
Nota: devemos seguir esta ordem, contudo, consoante as pesquisas feitas, simplifica-se consoante os casos seguintes:


LIVROS CONSULTADOS:
Autor. (Ano). Título do livro. Localidade: Editora.


COELHO, J. P. (1969-1971). Dicionário de literatura: literatura portuguesa. Vol. 2. Porto: Figueirinhas.

LIVROS DE INSTITUIÇÕES:
Instituição. (Ano). Título do livro. Localidade: Editora.

Nota: Associações, empresas, instituições, organismos do estado e organizações são considerados autores quando não existe um autor individual.

American Psychological Association. (1972). Ethical standards of psychologists. Washington, DC: APA.


CAPÍTULOS DE LIVROS:
Autor. (Ano). Título do capítulo do livro. In Autor (Ed.), Título do livro (pp.– pp.).

Shun, I. (1998). The invention of the martial a
rts: Kanao Jigorao and Kaodaokan judo. In S. Vlastos (Ed.), Mirror of modernity: Invented traditions of modern Japan (pp. 163-173).


ARTIGOS DE ENCICLOPÉDIAS:
Autor. (Ano). Título do artigo da enciclopédia. In Título da enciclopédia. (Volume, Páginas). Localidade: Editora.

MURCHO, Desidério. (2001). Regras da dedução natural. In Enciclopédia de Termos Lógico-Filosóficos. (Vol. 1, pp. 630-634). Lisboa: Gradiva.

ARTIGOS DE JORNAIS OU REVISTAS DE IMPRENSA:
Autor. (Ano). Título do Artigo. Título do jornal. Data. Páginas.
CRATO, Nuno. (2004, 20 Março). Primavera em Constância. Expresso: Actual, 38-40.

ANTOLOGIA OU COMPILAÇÃO DE ENSAIOS DE DIVERSOS AUTORES:
Autor. (Ano). Título do Ensaio. In Editores (Eds.), Título do livro. (Páginas). Localidade: Editora.

Bjork, R. A. (1989). Retrieval inhibition as an adaptive mechanism in human memory. In H. L. Roediger & F. I. M. Craik (Eds.), Varieties of memory & consciousness (pp. 309-330). London: Routledge.

FILMES:
Nome do realizador. (Realizador). (Ano). Título do filme [Filme]. Localidade: Produtora.

KUBRICK, S. (Realizador). (1980). The Shining [Filme]. E.U.A: Warner Brothers.


FILMES NA INTERNET / YOUTUBE:
Nome do realizador. (Data). Título do filme [Ficheiro de video]. Em “url do site”.

NORTON, R. (4 de Novembro de 2006). How to train a cat to operate a light switch [Ficheiro de video].
Em  http://www.youtube.com/watch?v=Vja83KLQXZs


INTERNET PESQUISADA:
Autor. (Ano). Título do artigo. Consultado em “data”. No site “nome do site”: “url do site”.


CRATO, Nuno. (2003). O eduquês e a pedagogia romântica nunca existiram (Jornal de Letras, 27/11/2003). Consultado em: 14-01-2005.
No site Personal Links and Documents (Homepage):  http://pascal.iseg.utl.pt/~ncrato/Recortes/EduquesNuncaExistiu.htm


LIVROS NA INTERNET:
Autor. (Ano). Título do livro. Em “url do site”.

DICKENS, C. (1910).
A tale of two cities. Em http://books.google.com/books?id=Pm0AAAAAYAAJ


WIKIPEDIA:
Título da entrada. (s.d.). Consultado em “data”. No site Wikipedia: “url do site”.
Nota: As entradas da Wikipedia têm autoria colectiva, raramente são assinadas e são revistas frequentemente.
Logo, a referência a “Autor” e “Data” de publicação não são requeridas.

Judo. (s.d.). Consultado em 29 de Agosto de 2007. No site Wikipedia: http://en.wikipedia.org/
wiki/Judo


POST DE UM BLOG:
Autor. (Data). Título do post. Mensagem consultada em “data”. No site “nome do site”: “url do site”.

JESUS, Luís Palma de. (22 de Dezembro de 2009). O primeiro dia do Inverno de 2009. Mensagem consultada em “14 de Fevereiro de 2010”. No site “Geografismos”: “http://geografismos.blogspot.com/2009/12/o-primeiro-dia-do-inverno-de-2009.html”.

  
MAPAS (POSTER OU FOLHA DE MAPA):
Autor. (Ano). Título do mapa [formato]. Escala. Localidade: Editora.

Metsker Maps. (1979). Metsker's map of Island county, Washington [map]. (ca. 1:70,000.) Tacoma, WA: Metsker Maps.


MAPAS (FOLHA DE SÉRIE DE MAPA):
Autor. (Ano). Título do mapa [formato]. Escala. Série, Número de Folha. Localidade: Editora.

Easterbrook, D. J. (1976). Geologic map of western Whatcom County, Washington [map]. 1:62,500. Miscellaneous investigations series, map 1-854-B. Reston, VA: U.S. Geological Survey


MAPAS DE LIVROS OU ATLAS:
Autor. (Ano). Título do mapa [formato]. Escala. In Autor do Atlas ou livro. Título do Atlas ou livro. Localidade: Editora.

Magocsi, P. R. (2003). Population movements, 1944-1948 [map]. 1:8 890 000. In P. R. Magocsi, Historical atlas of central Europe(Rev. & ex. ed.) Seattle: University of Washington Press. (p. 53).


MAPAS DE REVISTAS OU PERIÓDICOS:
Autor. (Ano). Título do mapa [formato]. Escala. In Autor do Artigo. Título do Artigo. Título da revista ou periódico. Número do Volume. Página.

Clout H. (2006). Figure 2: France: Types of countryside [map].Scale not given. In Hugh Clout. Rural France in the new millennium: Change and challenge.  New Geography, 91, 207.


MAPAS NA INTERNET:
Autor. (Ano). Título do mapa [formato]. Escala. [Consultado em] Data, [No website] Nome do site. [Website:] URL do site

U.S. Fish and Wildlife Service. (2009). Cahaba River Natural Refuge [map]. 1:24 000. Consultado em: 14-01-2005. Website: http://permanent.access.gpo.gov/lps109506.


UM MAPA DO GOOGLE MAPS:
“Título do mapa (referindo a localidade). (Ano). Google Maps. Google. [Consultado em] Data, [No website] Nome do site. [Website:] URL do site

“Nooksack, WA.” (22 Apr. 2010). Google Maps. Google. Consultado em http://maps.google.com/maps?f=q&source=s_q&hl=en&geocode=&q=Nooksack,+WA&sll=37.09024,-95.712891&sspn=51.974572,79.013672&ie=UTF8&hq=&hnear=Nooksack,+Whatcom,+Washington&ll=48.902502,-122.279034&spn=0.020452,0.038581&z=15.






2. COMO FAZER CITAÇÕES:

nota:
Sempre que copiamos ou referimos ideias de outros autores devemos identificar tudo como CITAÇÔES e que, na lista de BIBLIOGRAFIA, deve ser referido de forma completa.
  


CITAÇÕES CURTAS COM MENOS DE QUARENTA PALAVRAS:

É feita dentro do próprio texto que estamos a escrever; usando ASPAS, devemos indicar o AUTOR, ANO, NÚMERO DA PÁGINA. Vejam os seguintes exemplos
EXEMPLO 1:

Mendes (2003) informa-nos que em
"1536, a Bula Apostólica do Papa Paulo III estabelece definitivamente em Portugal o Tribunal do Santo Ofício" (pp.3), mas sem nos informar das custos políticos de tal decisão
EXEMPLO 2:

A autora descreve-nos como em
"1536, a Bula Apostólica do Papa Paulo III estabelece definitivamente em Portugal" (Mendes, 2003, pp.3) o Tribunal da Inquisição, mas sem nos informar das custos políticos de tal decisão.



CITAÇÕES SUPERIORES A QUARENTA PALAVRAS:

É feita fora do texto que estamos a escrever, criando-se um "BLOCO DE CITAÇÃO" numa LINHA ABAIXO, com uma tabulação avançada de CINCO ESPAÇOS e SEM ASPAS.
EXEMPLO 1:
Mendes (2003) declara o seguinte:
Porém, o edifício tinha dimensões reduzidas para a função que lhe estava atribuída, como se pode deduzir pela correspondência trocada entre D. João III, O Cardeal D. Henrique, Inquisidor Geral do Reino (1539-1580), e a Câmara de Évora, sugerindo ao Rei a mudança dos açougues para otro local, e a integração do templo romano no Tribunal do santo Ofício. (pp.3)

Optando por não relacionar questões de política local com as iniciais condições precárias do Santo tribunal. Contudo, será apenas em 1555, o Município pediu o levantamento de uma planta da zona para estudar a possibilidade de mudar os açougues para outro local.