Olimpíadas de Poesia no Rio



Poesia à bruta nas favelas do Brasil 
Rio Poetry Slam  

Na Grécia Antiga, quem declamasse poemas medíocres podia levar uns tabefes da audiência.

Hoje, o público costuma ser menos raivoso, mas é a ele que os praticantes do Poetry slam, competição de poesia falada, devem sua glória ou vergonha –o júri que elege o vencedor é escolhido aleatoriamente entre a plateia.

O primeiro campeonato internacional na América Latina, o Rio Poetry Slam, acontece na favela da Mangueira, no Rio de Janeiro, a partir desta Quinta-feira (13/Novembro de 2014). A final será no Domingo (16/Novembro de 2014).

Competidores de 16 países tentarão ganhar o público da terceira edição da Flupp (Festa Literária Internacional das Periferias), que começa nesta quarta-feira (12/Novembro de 2014).



 O Poetry Slam  

No slam, a performance dura três minutos e é proibido recorrer a acompanhamento musical ou cénico.

Apenas a palavra, resume a curadora da disputa, Roberta Estrela D'Alva: "Tem gente que diz que o slam é o esporte da poesia falada e os slammers são os atletas."
O ideal é formar novos leitores e autores na periferia das grandes cidades brasileiras.

"Uma desculpa para criar o interesse na poesia. Hoje existem mais de 500 comunidades de slam no mundo", disse Roberta Estrela D'Alva