J. Rentes de Carvalho na Revolução - Um olhar céptico e distanciado

NO DN 






TEMPO CONTADO - DOCUMENTÁRIO DE ANTÓNIO-PEDRO VASCONCELOS 

Documentário sobre J. Rentes de Carvalho

O documentário J. Rentes de Carvalho – Tempo Contado, de António-Pedro Vasconcelos e Leandro Ferreira, terá a primeira exibição no próximo dia 18 de março, às 18h, na Universidade Nova de Lisboa (auditório 1, Torre B).










PORTUGAL, A FLOR E AFOICE É PUBLICADO APÓS 40 ANOS

No ano em que se comemoram os 40 anos do 25 de Abril.

"Escrevo ainda sobre Portugal. A Flor e a Foice, de J. Rentes de Carvalho (n. 1930). Destinado ao público holandês, o livro foi publicado em 1975, em Amesterdão. [...] Trata-se de uma obra didáctica, onde não falta sequer uma tábua cronológica da História de Portugal. Com a desenvoltura de um livre pensador, Rentes de Carvalho faz uma radiografia azeda do período que decorreu entre Abril de 1974 e Outubro de 1975, terminando antes do golpe de 25 de Novembro. Um factor de interesse suplementar reside na forma como o autor desmonta as relações de casta que moldaram o PREC"

Eduardo Pitta in http://daliteratura.blogspot.pt/2014/03







FNAC CHIADO - LANÇAMENTO DO LIVRO COM HENRIQUE MONTEIRO
Será no Sábado de 23 de Março. Pelas 17h00
http://www.culturafnac.pt/portugal-a-flor-e-a-foice

"Durante décadas celebrado no país que o acolheu, a Holanda, e desconhecido em Portugal, o escritor transmontano J. Rentes de Carvalho só nos últimos anos tem tido o reconhecimento merecido. A publicação das suas obras pela Quetzal, desde 2009, e, acima de tudo, a inegável qualidade literária das mesmas impuseram Rentes de Carvalho como um nome maior da literatura portuguesa contemporânea." 
- Nota de apresentação da Editora Quetzal


Nota:
Rentes de Carvalho tem um blog - obrigatório, claro
http://tempocontado.blogspot.pt