utopia política






Russo morto à facada por preferir prosa em vez de poesia

Publicado a 29 JAN 14 às 13:19


Uma discussão entre dois russos sobre os méritos da poesia e da prosa acabou com um deles, um antigo professor, a matar o amigo à facada, disseram hoje investigadores.

Os dois amigos estavam a beber na cidade de Irbit, nos montes Urais, quando começaram a discutir literatura, «sobre qual dos géneros literários, poesia ou prosa, é mais significativo», de acordo com uma declaração dos investigadores da região de Sverdlovsk.
«O anfitrião insistiu que a verdadeira literatura era a prosa, enquanto o convidado, um antigo professor, defendeu a poesia», acrescentaram.
«A discussão literária tornou-se rapidamente num conflito e o amante de poesia, de 53 anos, matou o oponente à facada», disseram os investigadores. O antigo professor, que se escondeu em casa de um amigo, foi detido mais tarde.
Em setembro passado, uma discussão entre dois amigos, na cidade de Rostov-on-Don, sobre qual dos dois gostava mais do filósofo alemão Immanuel Kant, acabou com um deles a alvejar o outro na cabeça. A vítima sobreviveu.






























http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=3657572

Na notícia vejo apenas o lado negro de um excelente ideário político - o meu, claro.

O que quero para mim e para os meus? Que um dia, nos mercados, ruas e forum Almada se discuta Nozick e Kant. Nesta Rússia-fim-de-mundo o Professor e o amigo cumpriram trágica e violentamente um ideário que nem num futuro longíquo compreenderemos...

2 comentários:

Rui disse...

Concordo em absoluto. Contudo, é mais provável discussões sobre a "bigsbrothers" e tretas do género...

luís palma de jesus disse...

Pois é, strange days como na canção

Nunca tivemos tempos tão fantásticos como estes, e no entanto fomos afogados na maior onda Big Brother