a greve às avaliações: sou contra mas faço







a greve dos professores

Sou contra.
Como poderia ser a favor de um acto que vai queimar o trabalho de um ano aos nossos estudantes? Afligir pais e filhos? Influenciar os resultados para a continuação de estudos? Influenciar a admissão à faculdade?

Esperemos que o processo pare a tempo e tudo não passe de um grande susto para os nossos alunos e um firme protesto para a 5 de Outubro.

É um mal, mas tem que ser exercido. A maldita da greve é travar num beco sem saída, gritar e lutar contra um final nada feliz. Aliás, pelo andar do nosso ensino público, esta será a última.