janelas com identidade geo-referenciada: as janelas de Lisboa




Ver em FLICKR/Paulete Matos


Questões de geografia humana e as imagens do mundo que a constituem:

1. As imagens mostram janelas com uma identidade cénica e geográfica que todos reconhecemos? são janelas típicas de Lisboa...

2. [O]u esta identidade, «janelas da Lisboa típica», é um estilo produzido por quem fotografa e que nos vai educando a reconhecer uma identidade e a geo-referenciá-la?

Em geografia a «imagem do mundo», literalmente a «imagem digital», impõe-se enquanto ferramenta de análise e ensino. Re-descobrir e divulgar arquivos de imagem e o trabalho de fotógrafos de excelência será uma das tarefas das nossas escolas.

O trabalho da foto-jornalista  Paulete Matos  está publicado em pauletematosfotografia.blogspot.pt

imagens do planeta Terra

planeta top mais: as imagens ícone da guerra


Ver excerto de documentário em Eddie Adams Talk About The Saigon Execution Photo






EDDIE ADAMS: UMA FOTOGRAFIA DOCUMENTAL CHEIA DE IRONIA

A fotografia Tet Execution tirada em 1 de Fevereiro de 1968, é uma das imagens de guerra mais famosas de todos os tempos. Nela, durante a guerra do Vietname (1959-1975) acontece uma execução sumária em frente de uma camera da NBC e do fotografo da Associated Press - Eddie Adams.

O homem com a arma que executa um prisioneiro é o comandante da polícia nacional sul-vietnamita, General Nguyen Ngoc Loan. O prisioneiro abatido (Nguyen Van Lém) tinha sido o capitão de um esquadrão terrorista que matou friamente 34 pessoas, incluindo um dos comandantes adjuntos de Ngoc Loan e toda a sua família (a mulher e seis filhos). Por isto foi julgado e morto sumariamente.

Eddie Adams só tomou conhecimento das motivações da execução em 1985. Mas, por causa dessa foto, o General Nguyen Ngoc Loan ficou na história como um símbolo vil da crueldade da Guerra do Vietnme. Mais tarde, o fotógrafo, Eddie adams, pediu desculpa ao general e à família.

Numa entrevista à revista Time Adams afirmou:
O general matou o Viet Cong; eu matei o general com a minha câmera. As fotografias, silenciosas e profundas, são a arma mais poderosa do mundo. As pessoas acreditam nelas, mas as fotografias mentem, mesmo sem manipulação. Elas são apenas meias-verdades. O que esta fotografia não disse foi: "O que você faria se estivesse no lugar do general naquele tempo e lugar, naquele dia quente, e você apanhou um sujeito, reconhecidamente ruim, logo depois de ter liquidado um, dois ou três soldados norte-americanos?".

Segundo Adams, o general Loan era admirado pelos vietcongues e ajudava na construção de hospitais e no amparo a orfãos de guerra. Era alguém que lutava por seu país e modo de vida. O prisioneiro havia matado famílias e colegas do general.

"Eu não chamaria uma pessoa que mata outra a sangue frio de herói, apenas entendi que definir bom e mau na vida real é mais complicado do que parece, e portanto, devemos ter cautela antes de julgar (e sentenciar) os outros na nossa cabeça."

planeta top mais:imagens ícones da guerra


Ver em The Digital Journalist



Napalm Girl: pelo fotógrafo da Associated Press, Nick Ut

Em 8 junho de 1972: Equipes de televisão e tropas sul-vietnamitas tropas abeiram-se de uma menina de 9 anos, Pham Thi Kim Phuc, na Estrada 1 perto de Trang Bang, após um bombardeamento de napalm por engano. A menina arrancara as suas roupas em chamas.

O fotógrafo Nic levou-a para um hospital onde permaneceu 14 meses, sendo submetida a 17 operações de enxerto de pele.

Hoje em dia Kim Phuc está casada, tem 2 filhos e reside no Canadá onde preside à "Fundação Kim Phuc", dedicada a ajudar as crianças vítimas da guerra e é embaixadora da UNESCO.

planeta top mais: fotografia e guerra - imagens que mudaram o mundo


Membro da tripulação de um helicóptero americano morre durante missão. Vietname, 1965.


Sargento Jeremiah Purdie (ao centro) após ser ferido durante batalha no Vietname do Sul. 1966.


Soldado americano fala com a base enquanto soldados vietnamitas queimam esconderijo vietcong. Vietname, 1964.


Americanos e vietnamitas (do Vietname do Sul) durante batalha em Dak To. Vietname, 1969.


Soldados americanos na fronteira com o Cambodja. Vietname, 1970.




Fotógrafo de guerra: Larry Burrows

Grandes nomes da fotografia mundial estão relacionados às coberturas de conflitos. É o caso de Roger Fenton com a Guerra da Crimeia (1853-1856) e Robert Capa com a guerra Civil Espanhola (1936-1939) e a Segunda Guerra Mundial (1938-1945).

Na história recente, a Guerra do Vietname foi a experiência mais avassaladora e trágica para o fotojornalismo. Devido às características do conflito (pela primeira vez os jornalistas tiveram liberdade e mobilidade) mais de 120 fotojornalistas morreram em trabalho.

Um dos mais importantes fotógrafos no Vietname foi Larry Burrows. O seu trabalho teve forte impacto na construção de uma «Imagem do mundo» pela opinião pública mundial de então. A geopolítica e o entendimento das diversas «Paisagens geográficas» foi claramente alterada pelo seu trabalho fotográfico.

Fonte: LIFE/larry burrows

lá em cima ...

Évora. Gérard Castello-Lopes anos 50


Évora, anos 1950


A egrégora de um lugar:
Vivo aqui !! 4 metros ao lado da porta que se vê. Está tudo muito diferente, claro !!

Portugal aos olhos de Gérard Castello-Lopes




Ver em FACEBOOK/Old portugal



Portugal aos olhos de Gérard Castello-Lopes (1925 -2011):

Quem acompanhou de perto o labor fotográfico de Gérard, descreve-o como um grande tímido», daqueles que escondem a insegurança na erudição".
Estranhamente, Gérard "fala mais do que fotografa", era um "falador impenitente" e detestava o adágio segundo o qual "uma imagem vale por mil palavras" (António Barreto, sociólogo).

[M]anteve sempre uma relação aparentemente desligada com a fotografia. "Considerou-se sempre um amador de fotografia, no sentido francês do termo" (António Pedro Ferreira, foto-jornalista).


Evocando Orlando Ribeiro:
"A geografia será a imagem do mundo."
A fotografia, os arquivos fotográficos e a etnografia serão imprescindíveis. O trabalho de Gérard Castello-Lopes sobre Portugal é de conhecimento obrigatório.

o primeiro filme de geografia humana em 1933





"As Hurdes, Terra sem Pão" de Luís Buñuel (1933).

Na fronteira com Portugal. Imagens de gente que morre de fome nas ruas de uma aldeia. As "Hurdes" situa-se entre o documentário puro e a propaganda política.

O próprio Buñuel descreveu este filme como o 1º Filme de Geografia Humana. Foi muito contestado na altura, desmentido nos factos e acusado de propaganda. É decisivo na história do cinema e um marco na cultura mediterrânica do século XX.

Buñuel foi um dos mais importantes realizadores do mundo; será impossível entender o cinema sem conhecer a sua obra.

Filmes Portugueses Completos




Ver em Portugal em Filmes


Colecção inicial de 88 filmes de referência para quem se interessa sobre Portugal.
"Filmes e documentários sobre portugal".

Filmes Brasileiros Completos




Ver em Filmes Brasileiros Completos


Colecção de 150 filmes de referência para quem se interessa sobre Brasil.
"Clássicos do cinema brasileiro de todos os tempos".

eficiência energética 35% superior à dos painéis solares convencionais




Ver em bit.ly/O8xkhF



ESFERA DE VIDRO PRODUZ ENERGIA

André broessel, arquitecto alemão residente em Barcelona, criou uma bola de vidro que apresenta uma eficiência energética 35% superior à dos painéis solares convencionais devido à sua geometria e material que a constitui.

A ß torics, como foi chamada, consegue também captar a luz solar difusa ou a luz reflectida pela lua e transformá-la em energia.

Fonte: http://bit.ly/O8xkhF

Neil Armstrong em 1969: o primeiro homem na lua







One Small Step for a Man...
"Este é um pequeno passo para o homem, um salto gigantesco para a humanidade"

Neil Alden Armstrong (Wapakoneta, 5 de agosto de 1930 — Columbus, 25 de agosto de 2012) foi astronauta, piloto de testes, aviador naval e foi o primeiro homem a pisar a Lua, como comandante da missão Apollo 11, em 20 de julho de 1969.

Entre os seus colegas, ficou conhecido pelo comportamento equilibrado e muito "sangue frio", característica que fez dele um astronauta perfeito.

A sua frase "Este é um pequeno passo para o homem, um salto gigantesco para a humanidade" ao alunar, é uma das mais célebres de sempre.

esculturas sonoras. paisagens sonoras




João Ricardo de Barros Oliveira

Músico-escultor-sonoro.
Vive rodeado de materiais que recolhe criteriosamente em lixeiras e contentores de lixo. A partir de objectos considerados imprestaveis constrói esculturas sonoras com as quais actua em palco, em performances e em workshops.

Neste doc. João Ricardo mostra seu estúdio em Viana do Castelo e apresenta algumas das suas mais recentes esculturas musicais.

nota:
website em www.lixoluxo.com/
excerto de um documentário em: youtu.be/zW3IEV0alZk
reportagem no programa Nobre Povo: 
www.faroldeideias.com/arquivo_farol

planeta top mais: os mais belos naufrágios




Ver mapa maior

SS Ayrfield. Austrália: 
Navio carvoeiro da australiana Gaslight. Com 1140 toneladas e 99,1 metros (260 pés). Foi construído  no Reino Unido em 1924 e abatido em 1972. usado para o transporte de suprimentos para as tropas norte-americanas estacionadas na região do Pacífico durante a Segunda Guerra Mundial. O navio agora suporta uma magnífica colónia de mangue. 










Ver mapa maior

Eduard Bohlen. Namíbia:
O Eduard Bohlen encalhou na  Costa do Esqueleto, Namíbia,  em 5 de Setembro de 1909.
Actualmente, encontra-se na areia afastado 1/4 de milha da costa.
Com 2272 toneladas de carga bruta e um comprimento de 95 metros (310 pés). Naufragou devido a névoa espessa que se fazia sentir na Baía de Conceição, litoral da Namíbia .











Ver mapa maior

Rebocador. Vila Nova de mil Fontes, Portugal:
Na praia de Vila Nova de Milfontes em Portugal ocorreu o naufrágio deste rebocador . A população local diz que este navio holandês encalhou ao fugir da Guarda Costeira.










Ver mapa maior

SS America. Ilhas Canárias, Espanha:
Foi um transatlântico construído em 1940 para as Linhas de Estados Unidos e projetado pelo notável arquiteto naval William Francis Gibbs . Depois carreira longa e brilhante como um navio de luxo, ele foi destruído em Fuerteventura, em 1994, e desde que se tornou uma perda total.











Ver mapa maior

Panagiotis. Grécia:
Naufrágio pitoresco porque deitado nas areias brancas de uma enseada abrigada no litoral da ilha Zakynthos, que está entre as mais meridionais das ilhas Jónicas da Grécia. É uma atracção turística com milhares de visitantes todos os anos. Construído na Escócia, em 1937,  naufragou em 1980, provavelmente enquanto tentava escapar à Marinha grega carregando cigarros contrabandeados.







OS MAIS BELOS NAUFRÁGIOS DO MUNDO:
Naufrágios que são ainda visíveis nas praias

As Nações Unidas estimam que existem mais de 3 milhões de navios naufragados no fundo do oceano. Mas, também podemos encontrar naufrágios em praias desertas ou em recifes de corais no meio do oceano...

planeta top mais: os mais belos naufrágios do mundo



Naufrágio do Ydra: litoral norte da Tunísia




Naufrágio do Mediterranean Sky (baptizado City of York): Elefsina, Atenas, Grécia




Naufrágio do Mediterranean Sky (baptizado City of York): Elefsina, Atenas, Grécia




Naufrágio do Olympia: nas imediações da cidade Katapola, na ilha de Amorgos, Arquipélago das Cyclades, Grécia




Naufrágio do Eden V: em Marina di lesina, Itália




Naufrágio do Eden V: em Marina di lesina, Itália




Naufrágio do Murmansk: no litoral norte da Noruega




Naufrágio do Murmansk: no litoral norte da Noruega






Grécia

as cidades ideais




Ver Alexandre Farto aka Vihls



1. as cidades vivem em confusão 24 horas por dia
2. as cidades tendem para a decadência, misturada e caos
3. as cidades regeneram-se continuamente
4. viver na cidade é um modo de vida

visões do futuro: uma geografia humana post-futurista









Ver em www.lachapellestudio.com



O PLANETA DAVID LACHAPELLE

Visões da decadência e glamour da civilização urbana, apocalíptica e decadente, de ascendência latino americana.

na órbita terrestre a trabalhar na ISS


Ver em flickr/europeanspaceagency


ISS -INTERNATIONAL SPACE STATION

Os astonautas Stephen Bowen e Al Drew working trabalhando fora da ISS. Foto tirada pelo italiano Paolo Nespoli.

A ESA tem no FLICKR os registos fotográficos mais signifivativos destas missões.

Em flickr.com/photos/europeanspaceagency

Lisboa à noite


Ver em FLICKR/Europeanspaceagency


COMO É A NOITE LISBOETA VISTA DO ESPAÇO ?


Os pontos brancos na imagem indicam os focos mais intensos da vida nocturna lisboeta: a Baixa-Chiado e Bairro Alto, Avenida da Liberdade e Saldanha, e, Parque Expo

Foto obtida pelo astronauta italiano Paolo Nespoli na ISS.
Credits: ESA/NASA

a extraordinária geografia humana












Ver em photography.nationalgeographic


Geografia Top Mais:

Uma nova categoria no Geografismos a pensar na motivação e trabalho colectivo com os meus futuros alunos de geografia.

Experimental por enquanto: para explorar o "trabalho de grupo" no Facebook (criando grupos?).
Agradeço dicas para optimizar a coisa ;-)

geografia top mais: extraordinárias fotografias geográficas












Ver em National Geographic book Visions of Earth


VISIONS OF EARTH

Visões da Terra mostra a beleza, majestade e maravilha do mundo que nos rodeia e presta homenagem aos fotógrafos que captam sua essência. Nesta galeria, veja uma seleção de cenas impressionantes do novo livro da National Geographic, e decorar a sua área de trabalho com suas imagens favoritas.´

Fonte:
National Geographic book Visions of Earth

Buy the book Visions of Earth
Watch a video of highlights from the book