Portugal. A imagética de Portugal de Gérard Castello-Lopes




Ver em FACEBOOK/Old portugal



Portugal aos olhos de Gérard Castello-Lopes (1925 -2011):

Quem acompanhou de perto o labor fotográfico de Gérard, descreve-o como um grande tímido», daqueles que escondem a insegurança na erudição".
Estranhamente, Gérard "fala mais do que fotografa", era um "falador impenitente" e detestava o adágio segundo o qual "uma imagem vale por mil palavras" (António Barreto, sociólogo).

[M]anteve sempre uma relação aparentemente desligada com a fotografia. "Considerou-se sempre um amador de fotografia, no sentido francês do termo" (António Pedro Ferreira, foto-jornalista).


Evocando Orlando Ribeiro:
"A geografia será a imagem do mundo."
A fotografia, os arquivos fotográficos e a etnografia serão imprescindíveis. O trabalho de Gérard Castello-Lopes sobre Portugal é de conhecimento obrigatório.