25 de Abril no contexto do século XX português


Dívida pública portuguesa em percentagem do PIB entre 1850-2011
Fonte: Santos Pereira (2011), AMECO. Consultado em desmitos.blogspot.com

Em 2011, a dívida pública nacional será quase 10 pontos percentuais mais elevada do que em 1892, quando o país foi forçado a declarar uma bancarrota.





Taxa de desemprego em Portugal entre 1932-2010
Fonte: Santos Pereira (2011). Consultado em desmitos.blogspot.com

Em 2011: 619 mil desempregados em Portugal, o que corresponde a uma taxa de desemprego de 11,1%. Cerca de 300 mil desempregados são de longa duração.
O desemprego é, no mínimo, o maior dos últimos 80 anos.

Em 2011 o número de desempregados segundo o grau de instrução é o seguinte:
_Nenhum grau de instrução: 21.400 desempregados (dos quais 14,8 mil são de longa duração)
_Ensino Básico, 1º ciclo: 125.400 (dos quais 77,5 mil são de longa duração)
_Ensino Básico, 2º ciclo: 119.200 (dos quais 67,3 mil são de longa duração)
_Ensino Básico, 3º ciclo: 151.200 (dos quais 81,7 mil são de longa duração)
_Ensino Secundário: 122.200 (dos quais 64,6 mil são de longa duração)
_Ensino superior: 68.500 (dos quais 33 mil são de longa duração)






Taxa de crescimento do PIB e PIB per capita em Portugal entre 1961-2009 (base=2006)
Fonte: Pordata. Consultado em pordata.pt

Crescimento económico negativo.
Foi o segundo pior resultado nos últimos 50 anos e, neste período de tempo, por cinco vezes tivemos crescimento económico negativo






Crescimento do PIB e PIB per capita em Portugal entre 1960-2010 (base=2006)
Fonte: Pordata. Consultado em pordata.pt

A economia portuguesa não cresce.
Contudo, em 2010, Portugal encontra-se entre os 48 países mais ricos do mundo (CIA Worldfactbook)






Emigração em Portugal entre 1850-2008 (em milhares)
Fonte: Santos Pereira (2010). Consultado em desmitos.blogspot.com

Vivemos actualmente a segunda maior vaga de emigração dos últimos 160 anos.






Remessas dos emigrantes portugueses em percentagem do PIB entre 1930-2009
Fonte: Santos Pereira (2010). Consultado em desmitos.blogspot.com

As remessas dos emigrantes em percentagem do PIB são as mais baixas de sempre.
Nos últimos 30 anos passaram de 10% do PIB no início dos anos 1980 para menos de 1,3% do PIB em 2010.






População estrangeira em Portugal entre 1980-2008
Fonte: Santos Pereira (2010). Consultado em desmitos.blogspot.com

O número de estrangeiros estabilizou em cerca de 450 mil após 2003.
O aumento da imigração foi crescente nos últimos 30 anos, chegando a ser explosivo entre 2000 e 2003. Terá tendência a descer.






Taxa de fertilidade em Portugal entre 1960-2010
Fonte: Santos Pereira (2010). Consultado em desmitos.blogspot.com

O número médio de filhos por mulher (em idade fértil) diminuiu desde 1970.
Nos últimos 30 anos não há renovação de gerações. Acentuou-se muito o envelhecimento da população