quinta-feira, 29 de setembro de 2011

.
Passei uma semana a registar uma das mais extraordinárias aurora boreal dos últimos anos.
Filmei no Kirkenes Pas National Park ao longo da fronteira com a Rússia, a 70º Norte e 30º Leste [Noruega]. Com temperaturas próximas dos 25º Celsius negativos. Divirtam-se;)
Terje Sorgjerd

Ver filme: The Aurora by TSO Photography
.

o professor de Geografia que não gosta de viajar


Um aluno disse-me
"O Professor não gosta muito de viajar, não é?"

Creio que esta ideia saiu-me em aula a propósito de cartografia, mapas e um mundo cheio de humanos a «viajar».
Impressiona ouvir alguém dizer que não morre de amores por «ir em viagem»; eu próprio sinto-me pressionado. Mas a coisa é assim mesmo. Não gosto de viajar, gosto de "ir".

Ainda por cima um professor de Geografia que não gosta de viajar...

Ir a algum lado! Ir porque vou lá fazer alguma coisa, trabalhar, viver, sei lá o quê mas terei de ter uma razão plausível.

"Humm. Não gosto muito..." - Respondi.

Que explicação haveria de dar? Estávamos na portaria do pavilhão e eu recebia do correio, finalmente, o manual de sétimo ano da Texto Editora: VIAGENS!

para voar no Parque Palmela em Cascais

.



Percursos acrobáticos em altura formados por um conjunto de passagens criadas entre árvores, através de sistemas de plataformas suspensas. Utilizam-se redes, cabos, e outros materiais. Temos passagens originais e com dificuldades para pequenos e grandes aventureiros! Só precisa de concentração, equilíbrio e alguma coragem!   
Excelente para lá ir com a Leonor ;)

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

o Porto

Filme sereno e actual sobre o Porto

as primeiras impressões sobre as aulas na secundária do pragal


Estou danado. Perdi todos os materiais feitos desde 15 de Setembro. Foi a «Pen» que se foi e nada há a fazer. Estávamos em aula quando descobri este maldito «foi-se». Mapas grelhas docs... vou começar de novo!

Estou na escola mais organizada que me foi dado conhecer (e já vou em 12!). Tudo funciona e o corpo docente é muito competente. Há eficácia por todo o lado e sem gastar milhões e milhões na Parque Escolar. Estou, portanto, muito satisfeito.

Os meus sétimos anos são excelentes e as aulas bem divertidas (nesta semana estou a leccionar o segundo bloco de aulas). Fosse todo o país assim e estaríamos no Céu!

Os meus oitavos anos são mais faladores mas como andámos em explorações de ferramentas geográficas on-line talvez haja um álibi razoável... os posts em baixo, sobre as lixeiras flutuantes no Pacífico e Mediterrâneo são-lhes dedicados.

Com o CEF descobrimos os meus limites e o território ficou definido. Vai ser um ano interessante e tranquilo. No essencial usaremos o PORDATA pordata.pt/Portugal e o GOOGLE MAPS maps.google.pt e cada aluno terá um blog blogger.com ou usará o seu website com a página da turma...

No décimo ano de Geografia-A tenho a dificuldade do manual adotado que ainda não recebi. Quatro alunos ofereceram-se para realizar dois sites dedicados à disciplina. E a dificuldade maior foi o flop da minha Pen com materiais preparadinhos prontos a usar e estudar. Amanhã «brincaremos» com o Google Earth e jogos de localização geográfica sobre Portugal...


para os alunos de geografia-a no décimo ano

Síntese do Programa Geografia-A de 10ºano

O elementar para organizarmos os apontamentos.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

European Waste Free Oceans Project


Ver em ecologismo.com

A União Europeia propôs aos pescadores capturar plástico para reciclagem.

Actualmente o Mar Mediterrâneo está a transformar-se lentamente num aterro sanitário gigante.

Um estudo franco-belga, realizado no ano passado estimou que cerca de 250.000 milhões de pequenos artefatos de plástico "navegam" nas suas águas, enquanto que 500 toneladas já foram dissolvidas neles.

Há tantas redes perdidas no mar, gaiolas, bóias e bidões de gasóleo... a quantidade de resíduos capturados acidentalmente (resíduos apahados em redes depois de um dia comum de pesca) foi tal que, em França, o sector de reciclagem de plásticos pagou no ano passado 375 euros por tonelada de recolha de plástico, tendo recebido 1000 toneladas (na lota portuguesa paga-se em média 1500 euros por tonelada de pescado com escamas e guelras).

O projecto-piloto European Waste Free Oceans Project paga aos pescadores para retirarem resíduos de plástico do mar nas suas horas vagas. Em Nice, França, criou-se uma rede de pesca inventada de propósito para o efeito.

Fonte:
ecologismo.com: Europa pescará plástico en el mar Mediterráneo

a maior lixeira do mundo é no Oceano Pacífico




Ver em CNN: Mapping a floating swath of plastic waste

O maior depósito de lixo do mundo está localizado no meio do Oceano Pacífico e tem o dobro do tamanho dos EUA.

Esta lixeira é caracterizada como uma sopa de plástico, devido às altas concentrações de plásticos descartáveis ​​que foram presos por correntes oceânicas em espiral do Giro do Pacífico Norte.

Charles Moore, oceanógrafo americano, descobriu o vórtice de lixo em 1997 por acaso.

Grande Mancha de Lixo do Pacífico


O Capitão Charles Moore da Algalita Marine Research Foundation foi quem primeiro descobriu a Grande Mancha de Lixo do Pacífico - uma infinita aglomeração flutuante de lixo plástico . Agora ele chama a atenção para o crescente, asfixiante problema dos resíduos de plástico nos nossos mares.

13 anos de google: feliz aniversário e Obrigado!




Os lugares do mundo com Street View (vista de rua) http://maps.google.pt/intl/pt/help/maps/streetview/learn/where-is-street-view.html

Hoje a Google faz 13 anos. Nos últimos cinco revolucionou o ensino e o mundo, mas sobretudo o ensino de geografia.
Tudo à borla, ou quase. Tudo com excelência. Sou um fã agradecido.

No Inverno de 2003-2004 era com uma dificuldade inacreditável que obtinha uma qualquer Fotografia Aérea de Portugal. Teria de ir a Lisboa comprar (com preços muito elevados) no Instituto Geográfico do Exército uma foto ou mapa que estaria pronto 15 ou mais dias depois... Nos gabinetes de Ordenamento das Câmaras Municipais era com favor (enfim, às escondidas) que me davam uma Foto Aérea digitalizada da cidade com qualidade sofrível...

Na Primavera de 2005 o Google Earth fez a sua revolução: podíamos ver as ruas com carros estacionados, os nomes das ruas etc. etc. E isto era apenas uma entre  muitas ferramentas da Google...!

A paisagem geográfica em Portugal: as 128 Unidades de Paisagem

.



Consultar em Atlas de Portugal atlas-5 - pp66-79 - tipos de paisagem (pp.5) 

 No sétimo ano de geografia o programa começa com paisagens geográficas.
Neste post o link para documentação mais à séria sobre a Paisagem Geográfica em Portugal (128 tipos de paisagem geográfica).

Nas aulas é mais simples: um esboço geográfico, feito à mão, e respectiva tabela de leitura da paisagem geográfica.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Google Earth: onde baixar o GE?



Cliquem em http://earth.google.com/download-earth.html

O Google Earth é ferramenta de estudo. Usa imagens de satélite com elevada qualidade para grandes escalas e é totalmente gratuito. Os seus ficheiros chamam-se .kmz ou .kml e transformam o Google Earth num SIG (Sistema de Informação Geográfica).

paisagem geográfica nos sétimos anos de geografia



Ver mapa maior


Portinho da Arrábida, Serra da Arrábida. Setúbal

Geografia no 7º ano começa com a "Paisagem Geográfica". Os elementos da paisagem geográfica, os tipos de paisagem e os planos de imagem para a sua leitura.

O 7º3 começou o exercício de esboço e respectiva tabela de leitura, tudo feito à mão (chamemos-lhe Anexo nº1).

A escolha da nossa «Paisagem» fez-se no Google Earth e acabou por ser a Serra da Arrábida.

Pragal 2011: os meus alunos

Este ano tenho poucas turmas: 7º1, 7º2, 7º3, 8º5, 8º6, 9º6 CEF e 10º4.

Ontem fiz a última primeira aula. Foram apresentações simpáticas. Alunos excelentes, sem complicações. Tudo é muito bom e os poucos receios que tinha sobre a condução de mais um ano lectivo dissiparam-se.

Até a cidade, mesmo com crise nacional, parece melhor. Enfim, Almada tal como a vivi já faz um tempão. O tempo passa a correr e só agora consigo organizar-me para postar mais alguma geografia.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

geografia para o 10º ano



a severim de faria e os alunos da severim de faria

Na Severim de Faria encontrei os melhores alunos que se possa idealizar. Em breve estarão fora, mais fortes, a voar por si, a viver em liberdade.

Foram tempos óptimos e tive excelentes momentos com aqueles que foram meus alunos e com pena fico de não continuarmos.

A energia, digamos espiritual, gerada nos últimos anos e abruptamente cortada baralhou-me bastante nestes últimos dias.
O Filipe Monteiro, o André, a Rute Santana, a Andreia P. e todos, todos os que comigo fizeram acontecer geografia. Foram aulas mágicas... perguntem ao pessoal do 9ºB que começava comigo às 08h15... ah! e o pessoal dos oitavos anos! São portugueses que vão fazer a diferença daqui a pouco tempo.

E depois a Severim de Faria foi a escola que me permitiu estar perto da Leonor, estar em Évora.

os meus tempos de Évora



Évora é tal e qual o filme de Fellini: Amarcord.

Évora é uma cidade bela e démodé. Évora é o seu centro histórico intra-muros; bela e harmoniosa como deveriam ser as cidades utópicas mas também quadradamente reaccionária; sombra e sol; parada no tempo mas também progressista. Évora-esquisóide junta touradas e rock and roll no Harmonia.

Nas ruas ainda podemos ter pela hora do almoço os odores dos pratos à anos setenta - iscas e vinagre; sem procurar, encontramos na cidade o retrato de Portugal nos começos dos anos setenta.
Eu, obviamente aprecio e agradeço.

Amarcord/Recordar. A falta que irei sentir de Évora...

Amarcord é um filme fantástico de Fellini que mistura o real e o mundo dos sonhos, um mundo onírico cheio de recordações pessoais situadas num momento difícil da história da Itália: a ascensão do fascismo nas pequenas cidades italianas.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

o meu primeiro dia de aulas

Um enorme Olá! para os meus novos alunos, aos seus amigos, aos seus pais e a todos os leitores interessados. Aqui, no Pragal. Vai ser um ano excelente.

 Espero ter uma ou outra novidade geek (do tipo discreto-cool-geek, vá) e espero tornar este geografismos-blog numa montra do que se vai fazendo em geografia e ciências afins por esse mundo fora e ao mesmo tempo ajudar às aulas.

 Para o pessoal novo que venha aqui nos próximos dias sugiro espreitar os links a coluna da direita.>

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

a minha nova escola é no Pragal, Almada


Ver mapa maior

Pragal é amarcord no 1º de Maio de 1974


Imagem do 1º de Maio de 1974 no Pragal. Ver em AlmaDalmada

O proprietário de qualquer Café ou Restaurante que tivesse a veleidade de ter aberto as suas portas nesse dia em lugar visível, era apelidado de fascista, reaccionário, contra-revolucionário explorador da classe operária ou saudosista do anterior regime. Assim, que esses jovens se tivessem questionado entre si onde seria possível quebrar aquele marasmo do dia. Alguém alvitrou que o Restaurante GINA no Pragal, junto da Cooperativa, estaria aberto.
In http://almadalmada.blogspot.com/2007_05_01_archive.html

Retorno a Almada.

a nova escola

Foi surpresa.
Com a vigilância de um Exame Nacional marcado para as 9h00 de Segunda-feira na Severim de Faria, Évora, fui surpreendido ontem à tarde com a minha colocação na Escola Secundária Fernão Mendes Pinto em Almada.

 Volto a Almada e a escola do Pragal será um Armacord muito ok!

nota: 
Escola Secundária Fernão Mendes Pinto em filmes 
Escola Secundária Fernão Mendes Pinto em imagens

lá em cima, no Pragal

.