a missão de Aquarius

Image Credit: NASA

A imagem em cima é um recreação artística da futura sonda Aquarius/SAC-D.
Uma colaboração entre a NASA e a agência espacial da Argentina, com participação de Brasil, Canadá, França e Itália.


A salinidade da superfície dos oceanos

A instrumentação da Aquarius permitirá à NASA obter pela primeira vez medições em órbita (muito mais precisas do que as medições locais) da salinidade da superfície dos oceanos, uma variável decisiva que faltava nas observações de satélite da Terra, associando em simultâneo a circulação do oceano, o saldo global da água doce e o clima.
A missão está prevista para iniciar em junho.

NASA HD televisão em directo


Streaming live video by UStream

Constituição da República Portuguesa (2005)

Governo de Portugal - Constituição da República Portuguesa: Sétima revisão constitucional - 2005

Sobre a formação e responabilidade de governo:
Artigo 187.º
(Formação)
1. O Primeiro-Ministro é nomeado pelo Presidente da República, ouvidos os partidos representados na Assembleia da República e tendo em conta os resultados eleitorais.

2. Os restantes membros do Governo são nomeados pelo Presidente da República, sob proposta do Primeiro-Ministro.

Consultar a Constituição da República Portuguesa de 1976 e as sua 7 revisões em Comissão Nacional de Eleições

américa na cova do vapor


Ver trailler de América em youtube.com/user/AmericaFilme


"América" assenta na exploração dos desgraçados pelos desgraçados.
A Cova do Vapor tem os ingredientes todos para representar o que eu quero retratar, que é o Portugal do improviso, do desenrasca, da falta de competência, plantado à beira-mar. Um bocado como uma ilha da qual não consegues sair.
João Nuno Pinto

Portugal está representado em América como uma América dos pobres, terra das promessas não cumpridas. Filmado na Cova do Vapor, na Trafaria, é também o último trabalho de Raul Solnado.


nota:
(2004) Uma fotoreportagem do geografismos sobre Cova do Vapor em geografismos.com

jogos de geografia


Jogo de geografia: cidades de portugal

Um jogo de geografia em português e sobre Portugal. Simples e útil.

Há poucos jogos geográficos interessantes. O pessoal da sheppardsoftware os bombásticos da google earth (mas que ainda não existem;) e agora estes franceses da geographic-games

Em Portugal só o Eduardo Medeiros fazia jogos de localização mas parece-me que anda ocupado com o doutoramento tal e tal.

nota:
No meu segundo jogo a média de erros marcava 6km (para um total de 20 cidades portuguesas)
Os trabalhos de pesquisa do pessoal do nono ano têm boas notas.
O fim de semana e restantes dias na leitura e avaliação mas ainda falta muito.

países da união europeia


Jogo de geografia da União Europeia .
Para jogar em ecran gigante usar infoeuropa.eurocid.pt/web/jogos/puzzle.swf

nota:
Jogo já desactualizado pois refere-se à UE-25

mais e mais além


Image credit: NASA
International Space Station e o Space Shuttle Atlantis em 19-07-2007

A Estação Espacial Internacional (International Space Station - ISS) é um laboratório espacial que viaja na órbita da Terra à velocidade de 27.700 km/h. A estação completa 15,77 órbitas por dia na altitude 360 km.

A Estação Espacial Internacional é um empreendimento científico liderado pela NASA (EUA) em parceria com as Agências Espaciais da Rússia, Canadá, Europa e Japão. A sua construção começou em 1998 e foi completada em 2010.

alunos portugueses falam com astronautas em órbita



A Escola EBI/JI de Montenegro, Faro, estabeleceu contacto via rádio com a Estação Espacial Internacional na passada segunda-feira, 23.

A ligação aconteceu ao abrigo do programa ARISS (Amateur Radio on the International Space Station) que oferece a possibilidade de rádio amadores de todo o mundo entrarem em contacto com a Estação.

Qual o maior susto que apanhou no espaço?
De que sentem mais saudades os astronautas em órbita?
Qual o futuro da Estação?

Às 13h36, hora marcada para a ligação, a astronauta da NASA, Catherine Coleman, cumprimentou os alunos, que aguardavam, ansiosos e algo nervosos, pelo contacto, feito a partir do auditório da escola. As vinte perguntas, elaborados por outros tantos estudantes, do 7º ao 9º ano, foram sendo colocadas uma a uma, numa chamada com a duração de 15 minutos.

Patrícia Raposo foi a prof responsável.


Ver em ESA Portugal

Ver em MY PLAYGROUND

a pior crise de Portugal após 1891

[Álvaro Santos Pereira] afirma que Portugal apresenta actualmente, o pior crescimento económico médio desde a I Guerra Mundial, a maior dívida externa dos últimos 120 anos, a taxa de desemprego mais elevada dos últimos 80 anos e a maior dívida pública e a segunda maior vaga emigratória dos últimos 160 anos.
Na sua opinião, a partir de quando e como chegou o país a esta situação?

Entre finais dos anos 50 e meados dos anos 90 (1955-1995), Portugal foi das economias com mais sucesso na Europa. Foi a segunda que mais cresceu, tendo sido de facto uma economia de grande sucesso.

Os processos de agravamento da situação económica começaram há cerca de 15 anos atrás e deterioraram-se principalmente na última década.

Praticamente não temos crescimento económico há dez anos. Quando o crescimento económico fica abaixo de dois a dois e meio por cento, não há criação de emprego, o que faz com que muita gente não tenha oportunidades. É por isso que o desemprego atingiu níveis históricos.

Não há grandes perspectivas e é por isso que as pessoas continuam a emigrar.
Fonte: Santos Pereira (2011). Consultado em desmitos.blogspot.com

causas da super dídida portuguesa em 2011

O que contribuiu para que o país apresente a maior dívida pública dos últimos 160 anos?

Despesismo, falta de cuidado com a situação orçamental do país, pensar que por estarmos integradas numa união monetária poderíamos aumentar as dívidas porque mais cedo ou mais tarde, alguém nos iria ajudar. Foi uma estratégia totalmente errada.

A dívida pública baixou nos anos 90 porque tivemos muitas receitas oriundas das privatizações e a economia estava a crescer, mas quando a economia para de crescer e a despesa continua a aumentar, o seu peso na economia aumenta.
Fonte: Santos Pereira (2011). Consultado em desmitos.blogspot.com

causas principais da pior crise portuguesa após 1891

[A pior crise económica e financeira de Portugal após 1891] Como chegamos a essa situação?

Há várias causas. Desde o euro, que foi um grande choque para a economia portuguesa ao qual nós no princípio não soubemos responder e que agora já estamos claramente a responder.

A nível internacional, por causa da concorrência da China e dos países do Leste da Europa, que afectou muitas das nossa empresas.

[U]ma série de políticas económicas erradas, irresponsáveis e incompetentes que agravaram os desequilíbrios que já existiam na economia portuguesa. E fizeram com que a espiral de endividamento que começou nos anos 90, não fosse travada a tempo.
Fonte: Santos Pereira (2011). Consultado em desmitos.blogspot.com

as escolas que contestam o actual modelo de avaliação


Ver em Jornal i: Conheça as escolas que contestam o modelo de avaliação do ministério

coisas de escolas

.
Carlos Fiolhais acusou o facilitismo descarado numa Prova de Física (contar os oito planetas identificados no enunciado).
Obviamente temos de facilitar: alunos que resistem a trabalhar, uma disciplina que tem uma imensidão de conheciementos para adquirir e apenas um bloco de aulas por semana (um ano tem em média 33 semanas de aulas) e escolas a exigirem um «sucesso escolar» a tender para o 100%. Já repararam que esta disciplina, à partida exigente, raramente tem insucesso no geral das escolas portuguesas?... Em Geografia há muito que nos acontece o mesmo e com a agravante de não termos apenas metade dos alunos como em Ciências.


A dinâmica numa sala de aula portuguesa mediana é equiparável à ida a um jogo de futebol: conversa-se alto, interrompe-se com gracejos, sai-se do lugar, briga-se, e só se trabalha após múltiplas chamadas de atenção do docente e recados na caderneta («avisos» genéricos à turma não contam pois são considerados como «um momento de delírio do professor» em que ninguém se revê).


O valor «auto-disciplina» e «superação de si mesmo» são cada vez mais desconhecidos dentro da sala de aula (e pouco usado na vidinha de todos os dias). O «normal» é não ler muito, não escrever muito mas esperar excelentes resultados.


As famílias e os professores dissipam as suas energias em conflitos internos. O tempo escoa-se em querelas sem significado. Estamos concentrados a detectar e denunciar erros ou opções de vida que não nos dizem respeito. Ficamos satisfeitos com os fracassos e problemas de terceiros (que por vezes suscitamos).


A avaliação docente continua uma inutilidade mas com consequências. «Docente» era até há pouco um dos poucos lugares da função pública com contratação isenta de amiguismos. Cada vez menos. A lógica do sistema escolar impede que pais e directores de escola procurem a qualidade (a curto prazo serão prejudicados se não optarem pelo facilitismo e o amiguismo).


Professores contra professores, pais contra professores, funcionários contra professores, alunos contra professores e tudo contra todos. «Selvagem» disse-me um amigo, e pai, sobre as reuniões de pais numa escola de «élite» em Almada. A única preocupação é com a obtenção de classificações elevadas sem ligação com os conhecimentos («competências», vá) adquiridos pelos filhos. Imensos casos disciplinares sacudidos para cima uns dos outros. Por todo o país será assim e tudo está silenciado.


Acusações bizarras a professores e funcionários. Mentiras e confusão alimentadas pela irresponsabilidade ou conivência de alguns, com todos a assobiar para o lado... A palavra de um aluno com um histórico de disparates conta mais do que a palavra de um professor.


A necessária «cooperação» entre professores tende a desaparecer. Ninguém empresta materiais, tendemos a esconder de todos o nosso trabalho com os alunos (já repararam que todos os «moodles» estão fechados ao público por passwords?... logo o moodle que foi criado para ser uma plataforma aberta...).


Modernização e apetrechamento tecnológico fugaz. Ontem a minha aula com o 9ºC foi ao ar: o projector atarrachado ao tecto foi roubado no fim de semana (infelizmente já é uma banalidade) e a aula preparada para discutir o documentário "Uma verdade inconveniente" (o terceiro e último «anexo» do período) quase ia à vida. Apesar de continuar a usar o meu pc, a minha net, os meus materiais, continuo sempre a ser surpreendido numa escola tecnologicamente intervencionada e, portanto, supostamente equipada.


A irrelevância do conhecimento. O uso na sala de aulas de informação actual e de fontes credíveis é facilmente descurado (em Geografia, História ou Filosofia, nota-se mais). Raramente se cultiva o acesso às melhores fontes; o uso das regras de citação e referenciação (elementos essencias no conhecimento e procedimento científico) não são trabalhados e desconhece-se a existência de normas internacionais (standards) que poderiam ser trabalhadas logo nos bancos de escola. Em geografia o uso dos SIG (sistemas de informação geográfica), meios electrónicos ou documentários de excelência nas salas de aula é quase impossível ou, mais comum, é mal-visto (ainda acontece com frequência a censura de não usar-se sistematicamente e exclusivamente o manual da disciplina).

Carlos Fiolhais denuncia: saber contar até 8 bastava para pergunta de Física

Saber contar até 8 bastava para pergunta de Física - Portugal - DN

Contar até oito ou dividir 1 por 0,2 - podendo recorrer à calculadora - era o suficiente para obter a cotação máxima em algumas das questões do teste intermédio de Físico-Química do 9.º ano, feito este mês nas escolas. A prova, elaborada pelo Gabinete de Avaliação Educacional (GAVE), do Ministério da Educação, está a gerar perplexidade entre professores e cientistas, fazendo renascer as acusações de "facilitismo" no sistema de ensino.

Teste de Físico-Química do 9.º ano identificava planetas do sistema solar e depois pedia a alunos para dizerem quantos são.

NASA Image of the day

Spacewalker


Image Credit: NASA

O astronauta Andrew Feustel reentra na Estação Espacial Internacional depois de uma caminhada no espaço de 8 horas e 7 minutos no domingo 22 de maio de 2011(ontem).

Ele e o seu colega astronauta, Mike Fincke, concluíram a segunda das quatro caminhadas espaciais STS-134, numa missão com um total 14 horas 26 minutos.

Foi a 6ª maior caminhada espacial de sempre e a 246ª feita por astronautas dos EUA (contando-se 998 horas à solta no espaço sideral)

a grande mancha de lixo do Pacífico


O Capitão Charles Moore da Algalita Marine Research Foundation foi quem primeiro descobriu a Grande Mancha de Lixo do Pacífico - uma infinita aglomeração flutuante de lixo plástico . Agora ele chama a atenção para o crescente, asfixiante problema dos resíduos de plástico nos nossos mares.

A maior lixeira do mundo é no mar




Ver em CNN: Mapping a floating swath of plastic waste

O maior depósito de lixo do mundo está localizado no meio do Oceano Pacífico e tem o dobro do tamanho dos EUA.

Esta lixeira é caracterizada como uma sopa de plástico, devido às altas concentrações de plásticos descartáveis ​​que foram presos por correntes oceânicas em espiral do Giro do Pacífico Norte.

Charles Moore, oceanógrafo americano, descobriu o vórtice de lixo em 1997 por acaso.

European Waste Free Oceans Project


Ver em ecologismo.com

A União Europeia propôs aos pescadores capturar plástico para reciclagem.

Actualmente o Mar Mediterrâneo está a transformar-se lentamente num aterro sanitário gigante.

Um estudo franco-belga, realizado no ano passado estimou que cerca de 250.000 milhões de pequenos artefatos de plástico "navegam" nas suas águas, enquanto que 500 toneladas já foram dissolvidas neles.

Há tantas redes perdidas no mar, gaiolas, bóias e bidões de gasóleo... a quantidade de resíduos capturados acidentalmente (resíduos apahados em redes depois de um dia comum de pesca) foi tal que, em França, o sector de reciclagem de plásticos pagou no ano passado 375 euros por tonelada de recolha de plástico, tendo recebido 1000 toneladas (na lota portuguesa paga-se em média 1500 euros por tonelada de pescado com escamas e guelras).

O projecto-piloto European Waste Free Oceans Project paga aos pescadores para retirarem resíduos de plástico do mar nas suas horas vagas. Em Nice, França, criou-se uma rede de pesca inventada de propósito para o efeito.

Fonte:
ecologismo.com: Europa pescará plástico en el mar Mediterráneo

soul


ouvir

Depois de cantar amores de fábrica na Motown, depois da dupla de sucesso com Tammi Terrell e da morte prematura desta, Marvin Gaye era uma voz feita de desilusão e desinteresse face a quase tudo.

Após o final do sonho hippie, no auge da oposição à guerra do Vietname, entre desafios na luta pelos direitos civis nos EUA, embalado por drogas.

Marvin Gaye. A soul deu em revolução há 40 anos

como contratar os melhores professores

.
Programa Teach for America
O ProfBlog postou sobre a contratatação de professores nos EUA feita em moldes que muitos cá intuem como necessária.
Vale a pena ler.

Teach for America recruta professores entre os estudantes de doutoramento das escolas de ciências e de artes liberais das melhores universidades norte-americanas (Harvard, Stanford e Yale, entre outras) dando-lhes em cima do doutoramento formação e treino em pedagogia e didática.

Os estudos realizados mostram que os professores recrutados pela Teach for America conseguem melhores resultados do que os que vêm das escolas de educação.

Os 24 mil professores recrutados pela Teach for America lecionam primordialmente em escolas situadas em comunidades pobres.


Fonte:
profblog.org: Teach for America: uma revolução no recrutamento de professores

KIPP: super escolas para super dificuldades

.
ProfBlog de Ramiro Marques começou a publicar uns textos sobre escolas nos EUA e contratatação de professores que devem ser lidos.

Escolas KIPP:

O Knowledge is Power Program é uma rede de 99 escolas que servem 27 mil alunos pobres de 20 Estados dos EUA. Mais de 90% dos alunos que frequentam estas escolas são afro-americanos e latinos.

Todos os professores que trabalham nas escolas KIPP fazem formação científica e pedagógica em serviço.

O respeito por um código de conduta baseado na pontualidade, assiduidade, respeito pelos professores e esforço está no centro do programa educativo das escolas.

As escolas KIPP têm lideranças fortes e profissionais. Têm formação e preparação para exercer a lideranças em comunidades de risco.

As escolas KIPP nasceram do programa Teach for America. É curioso assinalar que tanto num programa como no outro são liminarmente rejeitados candidatos com o Master of Education (formados em ciências da educação)

Fonte:
profblog.org: kipp charter schools de qualidade

Portugal: dificuldades principais para os próximos anos

.
FACTOS DO ENDIVIDAMENTO:
  • A dívida pública não está longe dos 100% do PIB (a mais elevada dos últimos 160 anos)
  • A dívida externa já ultrapassa 230%  de toda a produção nacional de riqueza num ano (a maior desde 1891, quando entrámos em bancarrota)
  • A dívida externa portuguesa é quase 800% superior ao valor das exportações anuais do nosso país
  • A dívida das famílias ronda os 135% do rendimento disponível
  • A dívida das empresas já ultrapassou os 150% do PIB
nota: A dívida externa bruta é a dívida total da economia nacional ao exterior: inclui a dívida do Estado, das empresas e das famílias ao estrangeiro.



FACTOS DO DESEMPREGO:
  • 690 mil desempregados
  • 365 mil desempregados de longa duração
  • 200 mil trabalhadores desencorajados de procurar emprego e que, por isso, não entram para as estatísticas do desemprego
  • A taxa de desemprego é de 12,4%. Essa taxa de desemprego era somente de 6,6% no início de 2005.
  • A taxa de desemprego jovem ronda os 28%

  • Há alguns anos, a taxa de desemprego só não é superior a 15% porque centenas de milhares de portugueses optaram por emigrar na última década.
nota: A população portuguesa estimada em Maio de 2011 é de 10,6 milhões.
Fonte: Santos Pereira (2011). Consultado em desmitos.blogspot.com

O pôr-do-sol na América do Sul: o Terminador


Image Credit: NASA

A tripulação da Expedição 27 a bordo da Estação Espacial Internacional fotografou o pôr-do-sol mais ocidental da América do Sul.

Em média esta tripulação observava 16 amanheceres e pores-do-sol durante num período de 24 horas. Cada transição entre dia e noite no chão é marcado pelo Terminador (linha que separa a parte iluminada da escuridão, ou seja, o dia da noite).


Normalmente o Terminador é pensado como um limite rígido (frequentemente apresentado como tal em gráficos e visualizações) mas na realidade, o limite entre a luz e a escuridão é difuso devido à dispersão da luz pela atmosfera da Terra. O Terminador é visível nesta fotografia no sentido ascendente da esquerda para a direita da imagem.

Esta visão panorâmica da América do Sul foi obtida às 19:37 (hora local).
Os pontos mais altos das nuvens tem o brilho avermelhado da luz directa do Sol, enquanto as nuvens baixas já se nota o crepúsculo.

O Salar de Coipasa, um grande lago de sal na Bolívia, é ainda visível no lado nocturno do terminator. O Salar constitui um ponto de referência geográfica que permite a orientação da imagem (obtenção do Norte).

as melhores professoras do mundo

Carla Malveira e Vera Ganhão, professoras no Centro Infantil Palmo e Meio, Évora.

Um trabalho atento, rigoroso e sério com uma turma imensa de meninos que chega este ano ao fim.

Sorte a minha e demais papás.
Com a Carla e a Vera a excelência foi total e sei que «Mais» é impossível - e nem adiantaria muito...

O vosso lugar tem de ser muito bem pago e agradecido. Porque o resto da vida dos vossos alunos será muito melhor por vos terem tido como educadoras... - e quem está minimamente atento ao ensino sabe que é assim mesmo.

E chegará o dia que sem espanto saudaremos a vossa profissão como a mais meritória de todas.

desemprego e população em Portugal




Taxa de desemprego em Portugal entre 1932-2010
Fonte: Santos Pereira (2011). Consultado em desmitos.blogspot.com

Em 2011: 619 mil desempregados em Portugal, o que corresponde a uma taxa de desemprego de 11,1%. Cerca de 300 mil desempregados são de longa duração.
O desemprego é, no mínimo, o maior dos últimos 80 anos.

Em 2011 o número de desempregados segundo o grau de instrução é o seguinte:
_Nenhum grau de instrução: 21.400 desempregados (dos quais 14,8 mil são de longa duração)
_Ensino Básico, 1º ciclo: 125.400 (dos quais 77,5 mil são de longa duração)
_Ensino Básico, 2º ciclo: 119.200 (dos quais 67,3 mil são de longa duração)
_Ensino Básico, 3º ciclo: 151.200 (dos quais 81,7 mil são de longa duração)
_Ensino Secundário: 122.200 (dos quais 64,6 mil são de longa duração)
_Ensino superior: 68.500 (dos quais 33 mil são de longa duração)








Desemprego em Portugal por faixa etária entre 1998-2010 (em milhares)
Fonte: INE. Consultado em desmitos.blogspot.com

O desemprego começou a aumentar desde 2001.
Todas as faixas etárias têm sido afectadas pela subida do desemprego, embora o grupo que registou a maior subida do número de desempregados foi o dos trabalhadores com idades entre os 25 e os 34 anos.








Emigração em Portugal entre 1850-2008 (em milhares)
Fonte: Santos Pereira (2010). Consultado em desmitos.blogspot.com

Vivemos actualmente a segunda maior vaga de emigração dos últimos 160 anos.








Remessas dos emigrantes portugueses em percentagem do PIB entre 1930-2009
Fonte: Santos Pereira (2010). Consultado em desmitos.blogspot.com

As remessas dos emigrantes em percentagem do PIB são as mais baixas de sempre.
Nos últimos 30 anos passaram de 10% do PIB no início dos anos 1980 para menos de 1,3% do PIB em 2010.








População estrangeira em Portugal entre 1980-2008
Fonte: Santos Pereira (2010). Consultado em desmitos.blogspot.com

O número de estrangeiros estabilizou em cerca de 450 mil após 2003.
O aumento da imigração foi crescente nos últimos 30 anos, chegando a ser explosivo entre 2000 e 2003. Terá tendência a descer.








Taxa de fertilidade em Portugal entre 1960-2010
Fonte: Santos Pereira (2010). Consultado em desmitos.blogspot.com

O número médio de filhos por mulher (em idade fértil) diminuiu desde 1970.
Nos últimos 30 anos não há renovação de gerações. Acentuou-se muito o envelhecimento da população.

a nossa produção de riqueza


Taxa de crescimento do PIB e PIB per capita em Portugal entre 1961-2009 (base=2006)
Fonte: Pordata. Consultado em pordata.pt

Crescimento económico negativo.
Foi o segundo pior resultado nos últimos 50 anos e, neste período de tempo, por cinco vezes tivemos crescimento económico negativo






Crescimento do PIB e PIB per capita em Portugal entre 1960-2010 (base=2006)
Fonte: Pordata. Consultado em pordata.pt

A economia portuguesa não cresce.
Contudo, em 2010, Portugal encontra-se entre os 48 países mais ricos do mundo (CIA Worldfactbook)

as dívidas de Portugal no século XXI


Dívida externa bruta em percentagem do PIB nacional entre 1998-2010
Fonte: Banco de Portugal. Consultado em desmitos.blogspot.com

A dívida externa bruta portuguesa (a dívida total da economia nacional ao exterior, e que inclui a dívida do Estado, das empresas e das famílias ao estrangeiro).
A dívida externa é, no mínimo, a maior dos últimos 120 anos (desde que o país declarou uma bancarrota em 1892).





Dívida externa bruta portuguesa entre 1999-2010
Fonte: Banco de Portugal. Consultado em desmitos.blogspot.com

A dívida externa bruta portuguesa (a dívida total da economia nacional ao exterior, e que inclui a dívida do Estado, das empresas e das famílias ao estrangeiro). Em 31 de Dezembro de 2010, a dívida externa bruta portuguesa era igual a 396,5 mil milhões de euros, ou cerca de 229,4% do PIB nacional.
A dívida externa é, no mínimo, a maior dos últimos 120 anos (desde que o país declarou uma bancarrota em 1892)





Dívida das famílias portuguesas em percentagem do PIB e do rendimento disponível entre 1997-2009
Fonte: Banco de Portugal. Consultado em desmitos.blogspot.com

As dívidas das famílias em percentagem do PIB rondam os 100% do PIB.
E se tomarmos em linha de conta o rendimento disponível, é muito preocupante constatar que as dívidas das famílias são cerca de 135% do rendimento disponível familiar.





Dívida das empresas portuguesas em percentagem do PIB entre 1997-2009
Fonte: Banco de Portugal. Consultado em desmitos.blogspot.com

As dívidas empresariais cresceram de cerca de 90% do PIB em 1997 para mais de 150% do PIB em 2009.






Dívida pública portuguesa em percentagem do PIB entre 1850-2011
Fonte: Santos Pereira (2011), AMECO. Consultado em desmitos.blogspot.com

Em 2011, a dívida pública nacional será quase 10 pontos percentuais mais elevada do que em 1892, quando o país foi forçado a declarar uma bancarrota.





Taxa de poupança bruta em percentagem do PIB entre 1960 e 2010
Fonte: AMECO, Santos Pereira (2011). Consultado em desmitos.blogspot.com

A taxa de poupança é a mais baixa dos últimos 50 anos. Nota: Não existem dados anteriores a 1960





BANCARROTA 1892:
Uma grave crise assolou o país em 1891 e 1892 e forçou a declaração de bancarrota.
As consequências dessa insolvência nacional foram terríveis, pois, para além dos inevitáveis custos reputacionais, Portugal foi obrigado a retirar-se dos mercados financeiros internacionais durante várias décadas, um facto que teve enormes consequências para a condução da política económica do país e que contribuiu enormemente para a instabilidade política que se viveu nos anos que se seguiram: queda da Monarquia, a conflitualidade da I República e o advento da ditadura do Estado Novo (1926).


DÍVIDA PÚBLICA EM 2011:
151.562 milhões de euros (dados de 31 de Janeiro de 2011)

DÍVIDA PÚBLICA POR HABITANTE EM 2011:
14.298 euros (dados de 31 de Janeiro de 2011 e assumindo uma população de 10,6 milhões de pessoas)


DÍVIDA EXTERNA BRUTA EM 2011:
399.910 milhões de euros (dados de 30 de Setembro de 2010)

DÍVIDA EXTERNA BRUTA POR HABITANTE EM 2011:
37.727 de euros (dados de 30 de Setembro de 2010 e assumindo uma população de 10,6 milhões de pessoas)




nota:
Ver mais gráficos em Portugal no Século XXI: Os gráficos da crise

finlândia: doc para trabalho de pesquisa


Ver em TOUTUBE/geografismos

"Nós e a Finlândia" é um documentário do programa "Em Reportagem" (RTP, 13-12-2006).

(1ª parte do conjunto de 2)

É feita a comparação entre as sociedades portuguesa e finlandesa.
Tendo como base a experiência de uma finlandesa a viver em Portugal e de um português a residir na Finlândia.

A reportagem "Nós e a Finlândia" traça paralelos entre ambos os países nos mais variados temas: transportes, ordenado mínimo, entrada na União Europeia, taxa de inflação, valores/cultura, ensino, sistema de saúde, entre outros.

coreia do sul: doc para trabalho de pesquisa


Ver em TOUTUBE/geografismos

Reportagem do International Herald Tribune sobre as escolas CRAM sul coreanas em Julho de 2008.

O nome CRAM, em Inglês, tem origem no slang e significa "estudar intensivamente", significando que estudar muito ou estudar uma grande quantidade de material ao longo de um ano. Estas escolas não certificam, nem são verdadeiramente escolas, pretendem apenas preparar os seus alunos para os exames de admissão à universidade.

Os alunos são voluntários, pagam para frequentar a escola e estudam 16 horas por dia, sete dias por semana.

Na Coreia do Sul cada agregado familiar gasta em média 30% do seu rendimento na educação dos filhos. O investimento do estado é elevado e (4,6% do PIB em 2004) e os professores têm os melhores salários do país, com longos períodos de férias.

FONTE:
Wikipedia. Cram school: http://en.wikipedia.org/wiki/Cram_school

Portugal retrato social revisto

Portugal Século XXI - Os gráficos da crise



O retrato de Portugal no século XX ganha outro enquadramento.
O «milagre português» após os anos setenta tem de ser repensado. O acesso às tendências de longo prazo obrigam a reler os anos anteriores à década de setenta.

Portugal enfrenta hoje três grandes crises em simultâneo:

A crise das finanças públicas
A crise da competitividade e do crescimento económico
A crise do endividamento externo.


Fonte: SANTOS PEREIRA, Álvaro (2011). "Portugal na Hora da Verdade: Como vencer a crise nacional". Gradiva. Álvaro Santos Pereira [ASP] é autor de desmitos.blogspot.com

Portugal mudou. Os materiais que até então usava nas aulas de geografia no secundário precisam de ser revistos. Os manuais de geografia para o secundário ficaram em grande parte desactualizados (o programa nacional de Geografia é dedicado a Portugal).


Neste documento agrupei os gráficos dos principais indicadores económicos e sociais para caracterizar a actual crise de Portugal. A novidade centra-se na visão de longo prazo e na seleccção dos indicadores mais decisivos; o que implica uma completa revisão do retrato social e económico do país e igual revisão do ensino de Geografia de Portugal no secundário

políticas económicas vistas do espaço



Coreia do Norte e Coreia do Sul estão separadas pelo paralelo 38 desde a Guerra da Coreia (1950-1953) que nunca terminou oficialmente.

Com o "cessar-fogo" de 1953 a Coreia do Norte manteve-se comunista, com uma economia planificada, enquanto a Coreia do Sul optou por uma democracia de tipo Ocidental com uma economia de livre mercado.

Em 2009 o PIB per capita da Coreia do Norte foi de 1.800 USD enquanto a Coreia do Sul obtinha 30.200 USD (Fonte: CIA Worldfactbook)

60 Anos de políticas económicas erradas produziram diferenças significativas num povo milenarmente coeso:
_A altura média dos habitantes da Coreia do Norte mede em média 165cm enquanto na Coreia do Sul medem 173cm.
_O Sul superou a guerra e transformou-se num país economicamente muito desenvolvido enquanto o Norte é assolado regularmente pela fome e tem uma das mais reduzidas esperança média de vida no mundo.
_O Sul tem os melhores alunos do mundo (PISA 2000, 2003, 2006 e 2009) do Norte nada se sabe.

A imagem de satélite mostra a iluminação nocturna das cidades da península coreana: o território escuro corresponde exactamente à Coreia do Norte enquanto que as luzes que brilham para o espaço sideral são das cidades cheias agitação do Sul

Estatísticas sobre a Coreia do Norte em 2010
Estatísticas sobre a Coreia do Sul em 2010

PISA 2009: Portugal melhorou a qualidade dos seus alunos


PISA: de 3 em 3 anos podemos avaliar com imparcialidade a qualidade do nosso ensino.

PISA 2009: 65 PAÍSES
 Em 2009 foram avaliados os alunos de 65 países.
A comparação habitual e que nos interessa é feita com os países da OCDE (países com economias muito fortes)

Valores médios dos países da OCDE:
leitura: 493
mat: 496
ciência: 501

Os melhores estudantes do mundo: Xangai (China)
leitura: 556
mat: 600
ciência: 575

Portugal:
leitura: 489
mat: 487
ciência: 493

Portugal melhorou os seus resultados nas provas PISA nos últimos 9 anos.
ler tabela síntese AQUI

a viabilidade das escolas modernizadas pela parque escolar

RTP2:
O programa Biosfera documenta dificuldades nas escolas portuguesas que foram modernizadas:
a despesa com electricidade aumentou por vezes 10 vezes mais do que os gastos anteriores.


Ver em rtp.pt/play/?tvprog=24778

barbarism begins at home

The Smiths - Barbarism Begins At Home
This is one of my favourite 'Smiths songs. The riff just grabs me, its brain-washlingly funky and the lyrics of course are classic Morrissey.

strange days have found us

SANTOS PEREIRA, Álvaro (2011).
"Portugal na Hora da Verdade: Como vencer a crise nacional"




Portugal enfrenta hoje três grandes crises em simultâneo:

A crise das finanças públicas,
A crise da competitividade e do crescimento económico
A crise do endividamento externo.

Álvaro Santos Pereira [ASP] é autor de http://desmitos


Portugal vive actualmente a sua maior crise desde 1892 quando fomos forçados a declarar bancarrota:

  • O pior crescimento económico médio dos últimos 90 anos (desde a Primeira Guerra Mundial);
  • taxa de desemprego mais elevada dos últimos 90 anos;
  • A maior dívida pública dos últimos 160 anos (em 2011 vai rondar os 100% do PIB);
  • A maior dívida externa dos últimos 120 anos (quando Portugal declarou bancarrota);
  • A segunda maior vaga emigratória dos últimos 160 anos.


Nota:
ASP em entrevista ao Diário de Notícias (28/Abril 20111):
Qual é a primeira medida que aconselha ao próximo Primeiro-Ministro?
A primeira medida do próximo governo devia ser a introdução de um grande pacote de transparência e anti-corrupção.

dez anos depois

11 de Setembro de 2001



Em 11 de Setembro de 2001 pelas 9h03, hora da «Eastern timezone» dos Estados Unidos, o Voo 11 da American Airlines com 92 passageiros a bordo, oriundo de Boston, atingiu a Torre Norte do World Trade Center (ruiria às 10h28).

Nota: Para compreender as diferenças horárias nos EUA consultar THE OFFICIAL U.S. TIME.







A figura maior do puzzle em cima é uma imagem de satélite de Manhattan, New York, obtida em 12 de Setembro de 2001, pelo satélite Ikonos.

Observa-se uma área de poeiras e fumos esbranquiçados no lugar onde as duas torres do World Trade Center se erguiam a alturas superiores aos 400 metros.

Como todos os voos foram proíbidos após o ataque à primeira torre, esta é umas das poucas imagens de Nova Iorque tiradas em altitude e com elevada resolução e que são cedidas gratuitamente a toda a imprensa

Nota: Consultar SPACE IMAGING.






«Estão a atacar os Estados Unidos» disseram nos noticiários.
Almada. Ia a caminho de casa quando fui alertado por telefonema para uma confusão imensa em Nova Iorque, e, que fosse para junto duma televisão, estavam a transmitir em directo por todos os canais televisivos...


Continuar a ler Aqui

o atentado às torres gémeas


http://www.youtube.com/watch?v=wNNTcHq5


Hoje, liquidaram no Paquistão o mandante deste atentado.
Em cima um filme não editado e em tempo real do 11 de Setembro.

Ian Curtis

os anos oitenta antes dos anos oitenta; nos tempos de Almada, Cacilhas, Lisboa capital Manchester. poucos anos antes de uma, então, new generation urbana e operária descobrir o Sol da Caparica

ouvir Joy Division - She Lost Control