Portugal colonial


Ver em Brasil. Uma história inconveniente (BBC 2000)


O "Brasil. Uma história inconveniente" é o "livro negro" de Portugal até 1808-1822 (1808: invasões francesas e fuga da corte para o Brasil; 1822: independência do Brasil) e do Brasil até 1888 (abolição oficial da escravatura) e dos diversos reinos africanos (capturavam e vendiam escravos aos traficantes).

Uma história inconveniente para todos (à excepção dos próprios escravos). Ao todo 355 anos de tráfico de escravos com destino às terras do Brasil.

Contexto histórico: estimativas grosseiras:

40% dos escravos capturados não sobreviviam ao percurso no interior do continente africano (até ao litoral onde eram vendidos).
15% dos escravos embarcados não sobrevivia à travessia do Atlântico.
40% de todos os escravos que sobreviviam à travessia do Atlântico eram destinados ao Brasil.
4% e todos os escravos iam para os EUA.

Vindos de Angola, chegaram ao Brasil 10 vezes mais escravos do que os destinados aos EUA.
Chegou uma época em que a metade da população brasileira era constituída por escravos.
O Brasil foi o país com o maior comércio de escravos.
O Brasil foi o último país a abolir a escravatura em 1888.

O documentário Brazil. An Inconvenient History:

Brazil: An Inconvenient History é um documentário dedicado ao passado colonial do Brasil, realizado em 2000 por Phil Grabsky, para a BBC/History Channel. Ganhou um Gold Remi Award no Houston International Film Festival em 2001.