O pôr-do-sol na América do Sul: o Terminador


Image Credit: NASA

A tripulação da Expedição 27 a bordo da Estação Espacial Internacional fotografou o pôr-do-sol mais ocidental da América do Sul.

Em média esta tripulação observava 16 amanheceres e pores-do-sol durante num período de 24 horas. Cada transição entre dia e noite no chão é marcado pelo Terminador (linha que separa a parte iluminada da escuridão, ou seja, o dia da noite).


Normalmente o Terminador é pensado como um limite rígido (frequentemente apresentado como tal em gráficos e visualizações) mas na realidade, o limite entre a luz e a escuridão é difuso devido à dispersão da luz pela atmosfera da Terra. O Terminador é visível nesta fotografia no sentido ascendente da esquerda para a direita da imagem.

Esta visão panorâmica da América do Sul foi obtida às 19:37 (hora local).
Os pontos mais altos das nuvens tem o brilho avermelhado da luz directa do Sol, enquanto as nuvens baixas já se nota o crepúsculo.

O Salar de Coipasa, um grande lago de sal na Bolívia, é ainda visível no lado nocturno do terminator. O Salar constitui um ponto de referência geográfica que permite a orientação da imagem (obtenção do Norte).