dez anos depois

11 de Setembro de 2001



Em 11 de Setembro de 2001 pelas 9h03, hora da «Eastern timezone» dos Estados Unidos, o Voo 11 da American Airlines com 92 passageiros a bordo, oriundo de Boston, atingiu a Torre Norte do World Trade Center (ruiria às 10h28).

Nota: Para compreender as diferenças horárias nos EUA consultar THE OFFICIAL U.S. TIME.







A figura maior do puzzle em cima é uma imagem de satélite de Manhattan, New York, obtida em 12 de Setembro de 2001, pelo satélite Ikonos.

Observa-se uma área de poeiras e fumos esbranquiçados no lugar onde as duas torres do World Trade Center se erguiam a alturas superiores aos 400 metros.

Como todos os voos foram proíbidos após o ataque à primeira torre, esta é umas das poucas imagens de Nova Iorque tiradas em altitude e com elevada resolução e que são cedidas gratuitamente a toda a imprensa

Nota: Consultar SPACE IMAGING.






«Estão a atacar os Estados Unidos» disseram nos noticiários.
Almada. Ia a caminho de casa quando fui alertado por telefonema para uma confusão imensa em Nova Iorque, e, que fosse para junto duma televisão, estavam a transmitir em directo por todos os canais televisivos...


Continuar a ler Aqui

Com a diferença dos fusos horários, em Portugal, o relógio marcava 15h03. Quarenta e dois minutos depois, o Voo 175 da United Airlines com 65 passageiros, saído do aeroporto Internacional de Boston, atingiu o World Trade Center (9h45, hora da «Eastern timezone»). A Torre Sul acabaria por se desmoronar às 10h05. Às 9h45 o Voo 77 da American Airlines, saído do Aeroporto Dulles, Washington, com 64 passageiros, embate na parte leste do Pentágono. Pelas 10h10 o Voo 93 da United Airlines, saido de Newark com 45 passageiros, despenha-se perto de Pittsburgh.




Heading into danger: As World Trade Center workers descended the stairs of Tower One to escape, firefighter Mike Kehoe entered the building to help in the evacuation effort

On the run: Downtown office workers flee the clowds of smoke that swirled through the streets of lower Manhattan when the towers crumbled.

Blood bond: People gathered in Federal Plaza to offer aid on the first afternoon. Thousands of New Yorkers stood in lines all over the city to donate.

Trees of leather: Shoes, left by people running from the burning buildings, hang from branches.

Heroes and victims: Firefighters and rescue workers worked 24/7 to save lives in lower Manhattan. More than 300 firefighters -- in some cases, entire stations were killed in the collapse of the World Trade Center.

Memorials on Every Corner: A New Yorker lights a candle at a memorial in Union Square on early Saturday morning.
[in washingtonpost.comtabulação no texto por Geografismos]




[ nota posterior: ]
As imagens utilizadas neste post foram seleccionadas e redimensionadas a partir de material por mim arquivado, pelo que já não consegui identificar a hiperligação com precisão. Têm filiação genérica em três grandes sites que vale a pena visitar: AMERICA AT WAR do Washingtonpost.com, DAYS OF TERROR e SEPTEMBER 11, 2001 do New York metro.com