Público - Como motivar os directores de escola a resolver a indisciplina nas suas escolas

Governo vai dar poderes a directores de escola para suspender rapidamente alunos agressores

Esta é a notícia de uma medida sensata. Aliás, há que habituar a opinião pública a responsabilizar a figura do Director pelo melhor e pelo pior - no caso, as medidas que tomou para lidar com a violência.

O Director de Escola assobia para o lado ou enfrenta as dificuldades? Passa a bola para os Directores de Turma, critica o elevado número de participações disciplinares ou toma em mãos e acompanha as ocorrências? Fica no seu gabinete com ar condicionado isolado do barulho ou vai aos pátios e salas de aula confrontar os alunos problemáticos?

Felizmente, lecciono numa escola com uma direcção firme e clara, sem problemas sistemáticos de indisciplina, mas reconheço, por experiência própria (já passei por onze escolas), a urgência de discutir publicamente como motivar e responsabilizar os Directores de Escola pelas suas estratégias em lidar com a violência.