Público - As universidades portuguesas são irrelevantes

Público - Ranking da Comissão Europeia pode deixar universidades portuguesas mal colocadas

A notícia do Público sugere uma possível censura à informação obtida:
"A Comissão Europeia decidiu criar um ranking global das instituições de ensino superior, a disponibilizar já no próximo ano, mas o Registo Europeu da Garantia da Qualidade (EQAR é a sigla inglesa) já emitiu um parecer em desacordo. "
Porque as notícias não são boas:
"Há riscos para o posicionamento de sistemas nacionais inteiros que podem transformar-se aos olhos do público em sistemas irrelevantes, impulsionando a migração e concentração dos melhores recursos humanos em direcção ao Centro e Norte da Europa. Para Portugal, isso seria problemático"
Actualmente, existem dois rankings considerados de referência, o Times Higher Education World University Rankings, do Reino Unido, e o Shanghai Jiao Tong University Academic Ranking of World Universities, da China.

A Comissão Europeia quis construir um novo ranking, com instituições europeias mas também dos outros continentes. O objectivo foi dar aos alunos mais informação, sobretudo sobre as escolas europeias. Mas, ainda assim, os resultados a divulgar não são nada bons e provavelmente nunca serão publicados.