Público - A procura de qualidade no ensino

Público - Matrículas: O que os pais inventam para ter os filhos nas escolas que querem

Alugam casas por semanas, simulam divórcios, pedem à avó que fique como encarregada de educação. São várias as manobras a que os pais recorrem para matricular os filhos numa escola que não a da respectiva área de residência. In Público

Quem consegue praticar estas «invenções» consegue, a maior das vezes, livrar-se do fim do mundo.

É uma questão social. Obviamente, os filhos das classes trabalhadoras estão condenados a ficar nos fim-de-mundo educativos, porque não conseguem «escolher» o local da sua residência e, portanto, não conseguem fugir aos mecanismos de violência e facilitismo que os rodeiam.

É uma questão de cidadania. Porque é inexplicável a proibição de uma opção individual e livre, coisa que implica acesso a informação credível sobre as escolas (nota: já repararam que a maior parte dos moodles escolares estão fechados a sete chaves e os seus sites nada informam...)