Os meus dias são assim

Lá nos idos de 1987 aconteceram Os Dias de Madredeus, Free Pop e Coisas Que Fascinam. Os seus sons, força e estética deixaram marcas na minha cabeça, coração e ouvidos, bem como no resto do mundo.

Agora, encontro no youtube imagens dos Madredeus e a impressão desses tempos surge num emotivo «armacord». É o Deus-Tempo, esse tempo-que-passa e que sendo deus antigo ora é terrível e vingativo, ora terno e generoso.